RSSerra Gaúcha

Caxias do Sul arrecada mais de R$ 97 milhões com pagamento do IPTU em cota única

O pagamento em cota única do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) encerrou no dia 25 de janeiro. No total, foram arrecadados R$ 97.508.573,60, o que representa 64,42% dos imóveis de Caxias do Sul. O valor ficou dentro da expectativa da administração, que era entre R$ 95 milhões e R$ 100 milhões.

Neste período de pagamento, a equipe da Diretoria de Rendas Imobiliárias, da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), realizou uma força-tarefa e conseguiu agilizar os atendimentos no setor. “O tempo de espera dos contribuintes que, frequentemente, chegava a 1h30, teve média de 14 minutos neste ano. Essa média é histórica para o setor. A força-tarefa da Diretoria possibilitou que prestássemos um ótimo atendimento em tempo diminuto”, contou o gerente de IPTU, Micael Meurer.

image 8 - Caxias do Sul arrecada mais de R$ 97 milhões com pagamento do IPTU em cota única

O pagamento em cota única garantiu descontos de 15% para quem estava em dia com o Município e de 10% para quem ainda possuía pendências.

Quem, por alguma eventualidade, não recebeu o carnê pode emitir uma segunda via pelo site da prefeitura (caxias.rs.gov.br) acessando o link “IPTU 2018”, na área de destaques; ou é possível retirar essa segunda via no setor de atendimento presencial do IPTU, no Centro Administrativo Municipal (rua Alfredo Chaves, 1333, das 10h às 16h). A única opção agora é para pagamento parcelado, em seis vezes mensais e consecutivas. A primeira parcela tem vencimento marcado para o dia 10 de fevereiro. O contribuinte pode optar por antecipar os pagamentos, adiantando a quitação das parcelas, mas sem a possibilidade de qualquer desconto.

A prefeitura alerta que o IPTU não é cobrado presencialmente, apenas com emissão de boletos. Situações de falsas cobranças presenciais devem ser denunciadas para o “Alô, Caxias” pelo telefone 156.

Imprensa/PMCS
Fotos: Mateus Argenta

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios