Gastronomia

Dicas para preparar uma xícara de chá perfeita

O chá é a segunda bebida mais consumida no mundo – depois da água. Em todo o mundo, o nome chá é dado a todas as infusões que são feitas a partir das folhas da planta denominada Camellia sinensis e que origina os chás branco, verde, oolong e preto – o que muda entre eles é o tipo de processo pelo qual essa planta passa após a colheita.

Em contraste, existem muitas outras infusões que normalmente chamamos de chá na América Latina, mas que não são originadas da Camellia sinensis, como asinfusões camomila, hortelã, rosa-mosqueta, hibisco, tília ou mesmo mate.
Para o consumo de um bom chá ou infusão é preciso seguir algumas etapas essenciais, como a temperatura, tempo de infusão e armazenamento. “O chá é uma bebida reconfortante e benéfica à saúde em vários aspectos, com uma enorme variedade de opções e diversos nutrientes e propriedades. Apesar de ser uma tarefa bem simples, alguns detalhes podem fazer a diferença na hora de preparar uma xícara de chá perfeita”, explica Kurush Bharucha, Tea Master Expert de Lipton.

Publicidade

Segundo o especialista, uma das principais recomendações para uma bebida perfeita e suave é seguir as regras de tempo de infusão e temperatura da água. “Muitas vezes, quando alguém não segue corretamente esses “mandamentos” e faz, por exemplo, um chá deixando por mais tempo que o recomendado em infusão pode resultar em um sabor um pouco mais amargo”, diz Kurush.

Confira cinco dicas que podem tornar a experiência de tomar uma xícara de chá mais prazerosa:

1) Compre um bom chá – Compre uma marca de chá de qualidade e terá muito mais sabor e satisfação.

Publicidade

2) Armazene bem – “O chá é muito sensível – ele facilmente perde o frescor e pode absorver diferentes cheiros/odores. Assim, depois de ter comprado um chá de boa qualidade, use um frasco hermeticamente fechado para armazenar o produto, se possível”, ressalta Kurush.

3) Use água boa – Se a água usada para fazer o chá tem gosto diferente, a bebida vai ter o mesmo sabor. Cloro e outros produtos químicos na água da torneira podem, desfavoravelmente, afetar o sabor do chá. “Se você estiver usando água da torneira, deixe-a correr na torneira por um tempo. A água da torneira perde oxigênio quando é deixada parada nas tubulações por várias horas e o chá precisa de oxigênio para que ocorra a infusão corretamente”, garante Kurush. Segundo o especialista, a água que já foi fervida e deixada esfriar vai dar um sabor impreciso e pesado ao chá. “Nunca reaproveite uma água já fervida”, reafirma.

4) Faça a infusão na temperatura certa – De maneira geral, quanto mais escuro for o chá, maior será a temperatura de infusão. Chás pretos requerem uma temperatura mais alta para completa extração do sabor e desenvolvimento de cor. Os chás verdes precisam de água com temperatura um pouco mais baixa do que a fervente para melhor destacar seus sabores complexos.

5) Deixe em infusão durante o tempo correto – Mais uma vez, a regra se aplica: quanto mais escuro for o chá, maior será o tempo de infusão. Os chás pretos devem ficar em infusão por mais tempo que os verdes, por exemplo. Caso a infusão ultrapasse o limite de tempo correto, o chá tende a ficar mais amargo e com gosto áspero.

  • Chá Preto: Tempo de infusão aproximado: entre 3 a 5 minutos; temperatura de água recomendada: próxima a 100°C;
  • Chá Branco: Tempo de infusão aproximado: entre 2 a 4 minutos; temperatura de água recomendada: próxima a 75°C;
  • Chá Verde: Tempo de infusão aproximado: entre 2 e 3 minutos; temperatura de água recomendada: próxima a 80°C;
  • Chá Oolong: Tempo de infusão aproximado: entre 2 a 4 minutos; temperatura de água recomendada: próxima a 85°C;
  • Infusões Herbais: Tempo de infusão aproximado: 5 minutos; temperatura de água recomendada: próxima a 100°C;

Na preparação dos chás de sachê é necessário deixar a água ferver, por volta de 100° C, para ideal extração dos componentes presentes nas folhas processadas dentro do saquinho. “O tempo de infusão também varia de acordo com cada chá. Os de infusões levam em média de 2 a 5 minutos em imersão, os verdes cerca de 2 minutos, e os pretos de 2 a 3 minutos. É importante sempre verificar o correto modo de preparo indicado na embalagem de cada sabor e dessa forma garantir a melhor experiência em sabor, cor e aroma de cada um deles”, explica Kurush.

Etiquetas
Publicidade
Botão Voltar ao topo
Fechar