Notícias

Estados que zeraram fila de cirurgias recebem R$ 61,1 milhões

Recurso do Ministério da Saúde pode ser aplicado para ampliar o acesso da população aos procedimentos

Investimento

O Ministério da Saúde liberou R$ 61,1 milhões para repassar aos 67 municípios de 17 estados que atingiram a meta de mutirões de cirurgias eletivas. Segundo a pasta, os estados que cumpriram a meta poderão receber o dobro dos recursos pagos no último semestre.

Publicidade

Balanço

Em 2017, foram feitas mais de 80,6 mil cirurgias eletivas – procedimentos de média e alta complexidade, sem caráter de urgência. Foram realizadas operações de pele, das glândulas endócrinas; do sistema nervoso central e periférico. Esses procedimentos fazem parte da rotina dos atendimentos oferecidos à população nos hospitais de todo o país, de forma integral e gratuita, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Modernização

Publicidade

O modelo de fila única para cirurgias eletivas foi adotado no ano passado em uma ação conjunta entre o Ministério da Saúde, estados e municípios. Para receberem os recursos, os governos locais devem estar com a fila única atualizada e cadastrada junto ao governo federal. As três cirurgias mais demandadas são as do aparelho digestivo, órgãos anexos e parede abdominal (185.666), aparelho da visão (137.776) e aparelho geniturinário (121.205).

Informações do Ministério da Saúde

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar