Diante da torcida Inter vence Cianorte-PR

Com gols de Iago e Edenilson, o Internacional venceu o Cianorte-PR por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, no Beira-Rio, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Com o resultado, o Colorado pode até perder por um gol de diferença no dia 14 de março, no Paraná, que avança à quarta fase. O Inter folga na tabela neste final de semana, voltando a campo na quarta-feira (7/3) para enfrentar o Cruzeiro-POA, em Gravataí, pelo Gauchão.

Inter derrota o Cianorte PR 700x424 - Diante da torcida Inter vence Cianorte-PR
Iago (E) e Patrick comemoram o primeiro gol: Inter ficou perto da vaga à quarta fase da Copa do Brasil – Fotos: Ricardo Duarte

Pressão total no 1º tempo

O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo Inter. Diante de um adversário que procurou apenas se defender, o time de Odair Hellmann criou as principais chances de gol, mas a bola teimou em não entrar nos primeiros 45 minutos. Logo a 2min, D’Alessandro cobrou escanteio, Klaus cabeceou e só não abriu o placar porque o zagueiro Arroyo salvou praticamente em cima da linha do gol. Aos 6min, em rara investida do Cianorte, Murilo interceptou um recuo feito por Víctor Cuesta e chutou à queima-roupa para a grande defesa de Marcelo Lomba.

Depois disso, o Colorado empilhou oportunidades no ataque. Aos 16min, Iago tocou a bola entre os zagueiros e encontrou Roger na área. O atacante chutou cruzado buscando o canto esquerdo, mas a bola saiu caprichosamente pela linha de fundo. Aos 19min, Patrick fez jogada individual no interior da área e tentou encobrir o goleiro, que fez a defesa no reflexo para escanteio.

Aos 23min, Iago fez cruzamento com efeito da esquerda e quase surpreendeu o camisa 1 do Cianorte – João Gabriel evitou que bola entrasse com um tapa providencial. Pouco depois, D’Alessandro bateu falta com qualidade e a bola explodiu no travessão. Quaaase! Aos 29min, Patrick recebeu o passe na meia-lua e concluiu rente à trave esquerda. Aos 41min, D’Ale alçou a bola na área em cobrança de falta e por pouco que Roger não conseguiu o desvio para o fundo da rede.

Inter derrota o Cianorte PR 2 700x424 - Diante da torcida Inter vence Cianorte-PR

Inter fura bloqueio com Iago e Edenilson

Na etapa final, o Inter seguiu ocupando o campo de ataque. De tanto insistir, chegou ao gol aos 8min, quando Marcinho fez grande jogada pela direita e cruzou para a área – a bola chegou até Iago, que emendou um chute cruzado que ainda desviou em Gerônimo antes de entrar. Foi o segundo gol na temporada do lateral-esquerdo formado no Celeiro de Ases.

Iago estava inspirado. Aos 22min, o jogador forjado nas categorias de base do Clube foi à linha de fundo e cruzou na medida para Edenilson encher o pé e ampliar o escore. Com posse de bola muito superior à do Cianorte, o Colorado manteve a postura ofensiva em busca do terceiro gol. Aos 38min, Patrick quase ampliou em cabeceio que passou à esquerda do gol defendido por João Gabriel. Aos 41min, Edenilson concluiu, com perigo, sobre o travessão. No final, o 2 a 0 ficou barato para os paranaenses. Esta foi a quinta vitória seguida no Beira-Rio, que mantém o Inter com 100% de aproveitamento em seus domínios em 2018.

“Foi importante a vitória. Vamos fortes para o Paraná”, projetou o lateral Dudu.

“Poderia ter sido mais gols, mas está de bom tamanho. Demos um passo importante. O momento é nosso”, disse Roger.

Ficha técnica:

  • Internacional (2): Marcelo Lomba; Dudu (Wellington Silva), Klaus, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Marcinho (Juan Alano), D’Alessandro e Patrick; Roger (Brenner). Técnico: Odair Hellmann.
  • Cianorte-PR (0): João Gabriel; Gerônimo (Guilherme), Montoya, Feliphe Gabriel e Arroyo; Sidnei, Richarlyson, André Luis, Murilo (Clébinho) e Maikinho (Morelli); Neto Costa. Técnico: Marcelo Caranhato.
  • Gols: Iago (I), aos 8min do segundo tempo, Edenilson (I), aos 22min do segundo tempo.
  • Cartões amarelos: Edenilson, Klaus, Víctor Cuesta, Iago, Brenner, D’Alessandro (I), Arroyo, André Luís, Montoya (C).
  • Total público: 13.192.
    Pagantes: 10.996.
    Menores: 848.
    Não pagantes: 1.348.
    Renda R$ 259.485,00.
  • Arbitragem: Braulio da Silva Machado, auxiliado por Neuza Ines Back e Thiaggo Americano Labes (trio de Santa Catarina).
  • Local: Beira-Rio.

Informações do S.C.Internacional