Extra

Secretaria da Habitação realiza prestação de contas

São Leopoldo-RS – O secretário de Habitação, Nelson Spolaor, que deixou o cargo na última sexta-feira, 6 de abril, apresentou os resultados de 1 ano e três meses no comando da pasta na sala de reuniões do gabinete do prefeito, Ary Vanazzi. Spolaor destacou o diálogo como ferramenta principal de transformação nesse período. “Reestruturamos a secretaria como um todo, trouxemos ela para perto da população no Centro Administrativo, reativamos o conselho, montamos o fórum de condomínios e realizamos a 7a Conferência da Habitação”, enumerou.

Apesar da escassez de recursos, lembrou os R$ 900 mil recuperados junto à Caixa para a realização de trabalhos sociais nos condomínios. “Antes esses conjuntos eram vistos como propriedades privadas, afastadas e autônomas. Nós mudamos essa visão. Os residenciais fazem parte da cidade. Agora os moradores contam com a presença do poder público para a melhoria das estruturas e aumento da segurança”. A parceria no planejamento urbano com a Unisinos também foi mencionada como um avanço, associado às obras de canalização da região Nordeste. Outro ponto citado foi a entrega de 1,6 mil escrituras e o encaminhamento de outras 1 mil. “Bom para o município e bom para o morador, que passa a ter em mãos o papel de sua propriedade”, acrescentou.

O prefeito Ary Vanazzi recordou a trajetória de Spolaor, ainda como assessor de Habitação no governo do Estado em 1998, e agradeceu o trabalho executado. “Foi uma alegria poder novamente contar com o conhecimento e a liderança do Spolaor. Desejo sucesso na sua caminhada”, finalizou.

Habitação solicita projetos de extensão de rede em áreas a serem regularizadas

Na sexta-feira, 6 de abril, antes de deixar o cargo, o Secretário de Habitação Nelson Spolaor, recebeu o Gerente de Negócios da RGE Sul, Thiago Pedrozo, para falar sobre os trabalhos desenvolvidos na busca de soluções para áreas ocupadas. Spolaor protocolou o pedido para que a concessionária apresente projeto de execução redes de energia elétrica para as famílias moradoras das áreas de inclusão urbana na cidade.