Saúde

Como cuidar da saúde bucal na terceira idade

Mesmo que a idade aumente com o tempo, os cuidados com os dentes devem permanecer para preservá-los por toda a vida. O envelhecimento é um processo natural e a higiene adequada e consultas periódicas são necessárias para manter um sorriso saudável e evitar problemas dentários. A dentista do Hapvida Saúde, Renata Maia, explica que alguns problemas podem ser comuns na terceira idade. “Doença periodontal, que afeta a gengiva e os ossos que suportam os dentes; xerostomia, a diminuição do fluxo salivar que pode ser causada por medicamentos ou distúrbios na saúde; cáries, principalmente na região cervical (próximo a gengiva) ou radicular (na raiz do dente) e lesões bucais causadas por próteses mal adaptadas”, exemplifica.

Publicidade

A boca apresenta relação próxima com a saúde geral de um indivíduo, isto significa que problemas bucais e más condições de higiene podem ocasionar ou agravar enfermidades. “O sangue que circula na boca vai parar no coração, então, se a pessoa tem uma inflamação aguda na gengiva, acaba refletindo na saúde cardíaca. Isso pode diminuir a circulação sanguínea nos vasos que ligam o coração aumentando as chances de doenças coronárias, derrame ou infarto. Quem tem diabetes está propenso a gengivite, cáries, perda dentária, boca seca e uma variedade de infecções orais. Se a saúde bucal estiver comprometida, também dificulta o controle do diabetes”, comenta a dentista

“A osteoporose, outra enfermidade sistêmica, pode causar problemas na mandíbula, dentes com mobilidade e retração gengival. Portadores do vírus HIV apresentam alguns sintomas como úlceras, boca seca, além de persistentes manchas brancas ou lesões incomuns na língua ou na boca”, completa dra. Renata.

Publicidade

A sensibilidade dentária faz parte de uma das queixas dos idosos, já que com o passar o tempo a gengiva se desloca para cima nos dentes superiores e para baixo nos dentes inferiores, expondo a raiz radicular que não possui o esmalte, responsável pela proteção da coroa. Por isso, o aumento da sensibilidade ocorre quando há exposição a alimentos frios, quentes ou doces.

A boa saúde bucal, independentemente da idade, vem de uma correta escovação após as refeições, com uma técnica e escova corretas, conforme orienta a especialista:

  • Use escova com cabeça pequena para atingir os pontos de mais difícil acesso, com cerdas macias, para não causar retração gengival.
  • Para espaços interdentais, ocasionados por perdas ósseas, utilizar escovas interdentais.
  • Utilize fio dental e antissépticos bucais para auxiliar na higiene bucal.
  • Escove a língua com escova ou limpador lingual.
  • Higienize as próteses removíveis ou dentaduras com escova própria, macia e sabão neutro ou produtos efervescentes que ajudam na higienização química das próteses.
  • Não esqueça de visitar regularmente o dentista.

Publicidade
Publicidade
Botão Voltar ao topo