Notícias

Ministro descarta liberação de mais recursos para Roraima

Em visita a Pacaraima, município de fronteira que tem recebido centenas de imigrantes venezuelanos, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que, no momento, não há possibilidade de liberação de novos recursos para o governo de Roraima. Segundo ele, o estado ainda não gastou toda a verba disponibilizada pelo governo. “O governo do estado tem R$ 70 milhões que ainda não gastou na área da saúde. Além disso, o governo teve o apoio de todo esse aparato em recursos humanos procurando construir abrigos e equacionar essa questão”, disse Jungmann.

raul jungmann 700x466 - Ministro descarta liberação de mais recursos para Roraima
Raul Jungmann, (Wilson Dias/Agência Brasil)

“Você tem duas atitudes perante essa dificuldade que nós estamos vivendo: uma é ver as falhas e procurar resolver isso, dar as mãos. Uma outra postura é procurar dividendos em uma crise e eu não acho isso saudável. Vamos continuar procurando atender, superar falhas e problemas porque acredito que isso é uma forma construtiva”, destacou. De acordo com o ministro, o governo está presente e atento aos problemas do estado. “O presidente Michel Temer colocou à disposição do governo do estado as Forças Armadas para Garantia da Lei e da Ordem. Se em algum momento, a governadora entender que existe risco e perda do controle ou que algo pode acontecer, o governo federal está de mãos estendidas e é só a governadora requisitar que o presidente vai autorizar e em 48 horas as Forças Armadas estarão aqui no comando da segurança”, garantiu. O ministro destacou ainda o caráter generoso do povo brasileiro e disse que países vizinhos têm enfrentado uma crise migratória ainda maior. “Acabo de vir da Colômbia onde mais de 1,2 milhão de venezuelanos já cruzaram a fronteira. É uma situação muitas vezes mais crítica do que nós temos aqui. E o governo da Colômbia, em momento algum, se propôs a fechar a fronteira porque ele entende que é uma crise humanitária, uma tragédia que atinge os venezuelanos”, afirmou.

Recursos

Ontem (22) o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, disse que dos R$ 185 milhões liberados pela União para o governo de Roraima e prefeituras do estado investirem na área da saúde, R$ 70 milhões ainda estão disponíveis. Sobre o pedido do governo de Roraima para arcar com as despesas de quase R$ 200 milhões que o estado já teve com a chegada em massa dos venezuelanos na região de Pacaraima, Etchegoyen disse que “não há por quê” colocar mais dinheiro agora porque o governo federal já enviou recursos à região. AgBr

Etiquetas

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios