CASANEWSDestaque

Saiba como usar cortiça na decoração

A tendência do momento é a aplicação da cortiça no interior de casas e apartamentos, o que têm sido responsável por ambientes originais e cheios de criatividade. Porém, ainda há muitas pessoas com dúvidas sobre como usar cortiça na decoração sem cometer equívocos. Pensando nisso, reunimos algumas dicas que vão ajudá-lo nessa tarefa de repaginar a sua residência e deixá-la bonita e elegante com esse material tão distinto.

1. Opte pela cortiça como revestimento para as paredes

Publicidade

A primeira delas, como é de se imaginar, trata-se de optar pela cortiça como um revestimento especial para uma ou mais paredes do lar. Para tanto, podem ser utilizadas rolos ou folhas adesivas para cobri-las. Já para os mais autênticos e irreverentes, é possível ir além e utilizar placas feitas com aglomerados prensados de rolhas de vinho. Ao fazer isso, especialmente em quartos e salas, você reforça esteticamente o quanto o local é convidativo e acolhedor. É que a cortiça tem tonalidade terrosa, superfície texturizada e é um material rústico — elementos imagéticos e sensoriais que são associados ao conforto, o aconchego e ao relaxamento no design de interiores.

Mas não acaba aí os porquês de fazer essa escolha. Isso porque a cortiça é tão versátil que pode ser inserida sem dificuldade em diversos estilos de décor (do industrial e o escandinavo até o vintage e o boho). Para completar, ela ainda pode ser utilizada como um painel interativo. Ou seja, você e a sua família podem fixar fotos polaroid e rolos de filme antigo, pendurar avisos e pequenas notas, colocar calendários e ilustrações e muito mais.

Dica: Saiba quais são as cores que mais combinam com tons de madeira

Publicidade

2. Use cortiça como alternativa ao piso tradicional de madeira

Uma segunda dica é utilizar a cortiça como alternativa ao piso de madeira. Isso porque ambas têm origem vegetal e são capazes de servir como isolantes térmicos tanto nos dias frios quanto nos dias quentes, o que contribui para manter o clima interno da residência agradável e refrescante para todos. “Porém, se os dois materiais promovem o mesmo resultado final, então qual a diferença de usar a cortiça e não a madeira?”, você deve estar pensando. Pois bem, acontece que a primeira tem outras vantagens que a diferenciam e a tornam bastante vantajosa. A primeira delas é que ela também funciona como um excelente isolante acústico.

Logo, é excelente para quem mora em condomínio e almeja ter o máximo de privacidade e sossego na vida íntima. Fora isso, a cortiça conta com uma superfície antiderrapante — excelente para evitar quedas e acidentes, em especial com crianças e idosos em casa — e um alto nível de impermeabilidade — podendo ser aproveitada até mesmo em áreas molhadas, como a cozinha, a lavanderia e os banheiros.

3. Invista em peças do mobiliário feito com esse material

Deseja uma terceira sugestão de como usar cortiça na decoração? Então invista em itens do mobiliário que sejam feitos com esse material. Aqui há duas opções: a aquisição de artigos já prontos de fábrica ou a encomenda de peças com artesãos e estúdios de arquitetura e design de produtos/móveis — algo que, certamente, agregará mais valor a cada item e tornará a ambientação do seu imóvel muito mais pessoal e exclusiva. Para inspirá-lo, aqui vão algumas ideias:

  • nos quartos, cabeceiras de cama e criados-mudos são ótimas pedidas;
  • na varanda ou no jardim, mesas, bancos e banquetas são o ideal;
  • na sala, inove com mesas de apoio, mesas de centro e aparadores;
  • nos corredores e hall de entrada, nichos e prateleiras de cortiça vão fazer a diferença.

Ou seja, com criatividade e bom gosto, é possível inserir esse material tão versátil nos mais diferentes e complexos ambientes de uma forma leve e natural.

4. Diversifique a presença dela com acessórios decorativos

Fora o que já falamos sobre como usar cortiça na decoração, saiba que você pode aumentar e diversificar a presença dela no seu lar por meio dos acessórios decorativos. Para tanto, basta adquirir produtos que sejam fabricados ou revestidos com esse material (sejam parciais ou não) e espalhá-los pelos cômodos. O melhor é que a diversidade de itens só aumenta a cada dia e, com isso, amplia as suas opções de uso. Há, por exemplo, quadros, porta-retratos, pendentes, descanso de panelas, relógios, revisteiros, porta-trecos cestos, bandejas, travessas, potes e por aí vai. No entanto, seja cuidadoso para evitar excessos. O ideal é sempre prezar pelo equilíbrio e usar esses acessórios como detalhes que se destacam e chamam a atenção nos recintos, mas sem sobrecarregar os espaços e poluí-los visualmente.

Dica: Madeira crua: fique por dentro dessa tendência de decoração

5. Monte áreas verdes com a cortiça

Para encerrar nossas dicas, aposte em produtos de cortiça para personalizar as áreas verdes no interior da residência (como a varanda, o canto debaixo da escada, a sacada, o corredor etc.). Podem ser treliças, painéis, suportes para teto, cavaletes ou mesmo vasos. As possibilidades são inúmeras. Afinal, nada melhor do que um item resistente, impermeável e de origem orgânica para criar uma atmosfera rústica, que remete à vegetação natural e, de quebra, ainda evita trocas constantes de material danificado por umidade.

“E se eu morar em casa e tiver tanto um jardim quanto um quintal? Há algo mais que eu possa fazer para complementar esses espaços?”, você deve estar se questionando. Por isso, saiba que há sim. Nesse cenário, é bastante interessante contar com mini estufas (sejam elas verticais, sejam elas horizontais) para cultivo de plantas e flores ornamentais. Agora que você já está por dentro de como usar cortiça na decoração, aposte nessa tendência para criar ambientes modernos e criativos que, sem dúvidas, vão se destacar esteticamente e se tornar os espaços preferidos da sua família e dos seus convidados.

Etiquetas
Publicidade
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios