DestaqueNotíciasSaúde

UPS faz parceria com a startup de drones para entregas de exames médicos

As entregas de drones não tripulados estão entrando na rede da UPS. Graças a uma parceria com a startup de drones Matternet, A UPS começará a fornecer amostras médicas por meio de drones não tripulados no hospital da WakeMed em Raleigh, estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

Com a aprovação da Administração Federal da Aviação e do departamento de transporte da Carolina do Norte, a UPS e a Matternet conduzirão voos diários de rotina que transportam amostras médicas. Anteriormente, a WakeMed contava com carros de correio, que estavam sujeitos a atrasos nas estradas.

Publicidade

As entregas conduzidas por drones envolvem um profissional médico carregando primeiro o drone com uma amostra ou espécime médico, como uma amostra de sangue. A partir daí, o drone voará por uma rota predeterminada para uma plataforma fixa no hospital principal da WakeMed e no laboratório de patologia central.

A UPS e a Matternet poderão, então, analisar o programa e determinar melhor como os drones podem ser usados ​​de forma mais ampla para melhorar as entregas em outros hospitais em todo o país. A UPS firmou uma parceria com a Zipline para testar as entregas médicas via drone em comunidades remotas .

“Acreditamos que os sistemas aéreos não tripulados podem atender melhor às necessidades dos clientes e fornecer oportunidades para melhorias de rede que geram eficiências e nos permitem expandir nossos negócios”, disse o vice-presidente de tecnologia avançada da UPS, Bala Ganesh, em comunicado.

Publicidade

Ao implantar drones, a esperança é reduzir custos e aumentar a eficiência. A Matternet realizou vôos de teste em agosto passado como parte do programa piloto de integração de sistemas de aeronaves não tripuladas da FAA (IPP).

Isso acontece cerca de um ano depois de a Matternet ter garantido uma rodada de US $ 16 milhões, liderada pela Boeing HorizonX Ventures, o braço de capital da aviação. Na época, a Administração Federal da Aviação havia recentemente selecionado, entre outros, a Matternet para operações de logística de drones para hospitais dos EUA como parte de seu programa piloto do Sistema de Aviões Não Tripulados. Em 2015, a Matternet começou a testar o primeiro sistema de entrega de drones em Zurique , na Suíça, para transportar amostras de sangue e patologia para laboratórios.

Desde então, a Matternet expandiu suas operações na Suíça e realizou mais de 1.700 vôos em áreas densamente povoadas para fazer mais de 850 entregas de amostras de pacientes.

“Juntamente com a UPS, pretendemos mudar o status quo para a logística sob demanda para sistemas de saúde nos EUA através de redes de distribuição de drones”, disse o CEO da Matternet, Andreas Raptopoulos, em um comunicado. “Nossa tecnologia permite que os sistemas hospitalares transportem itens médicos em um nível sem precedentes de velocidade e previsibilidade, resultando em melhor atendimento ao paciente e economia operacional.”

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar