DestaqueNotícias

Produção de ovos tem primeira queda em 22 anos

No primeiro trimestre de 2019, a produção de ovos de galinha caiu 3% em relação ao último trimestre do ano passado, passando de 938 milhões de dúzias para 908 milhões, segundo os resultados preliminares das Pesquisas Trimestrais da Pecuária, divulgadas hoje (14) pelo IBGE. Após vários recordes de produção, esta é a primeira queda desde o início da pesquisa, em 1997. “A produção de ovos no Brasil vinha mantendo um crescimento anual médio de 4,2% entre 1997 e 2018”, explica o supervisor da pesquisa, Bernardo Viscardi. Segundo ele, houve uma preocupação geral no mercado com a superoferta de ovos e a consequente diminuição dos preços. “A diminuição da produção reflete uma regulação de oferta, já que não temos um destino significativo de exportação de ovos. A maior parte da produção é para consumo interno”, comenta.

Leite também apresentou quedas na produção

Com perda de 7,8% em relação ao trimestre anterior, a aquisição de leite cru perdeu mais de 520 milhões de litros. Ainda assim, mantém o crescimento na comparação com o primeiro trimestre do ano passado (2,8%), com aumento de 168 milhões de litros.

Abate de bovinos e suínos mantém crescimento

No primeiro trimestre de 2019, o abate de suínos teve aumento de 5,2% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, com 11,3 milhões de suínos abatidos nesse período. Com isso, mantém a trajetória de crescimento juntamente com o abate de bovinos (0,3%) na mesma comparação, que chegou a 7,8 milhões de cabeças. Os resultados completos das Pesquisas Trimestrais da Pecuária serão divulgados em 13 de junho e, além dos dados definitivos do trimestre, trarão informações por unidade da federação.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios