Lactalis passa a produzir UHT em garrafas e manteiga no RS

Na planta instalada em Teutônia, duas novas linhas serão produzidas: uma de leite UHT e outra de manteigas especiais - Fotos: Dani Barcellos/Palácio Piratini

O Rio Grande do Sul comemora a concretização de mais um investimento para o desenvolvimento econômico do estado. A multinacional Lactalis, considerada a maior no segmento de lácteos no mundo, inaugurou, nesta quarta-feira (28), dois projetos inovadores em solo brasileiro. A partir de hoje, na planta instalada em Teutônia, no Vale do Taquari, duas novas linhas serão produzidas: uma de leite UHT, em garrafas PET; e outra de manteigas especiais, com receita original francesa. A inauguração é resultado de um investimento de R$ 104 milhões, anunciado em 2016, durante a missão internacional liderada pelo governador José Ivo Sartori à França.

Somente para adaptar a linha de produção de Teutônia, a Lactalis aplicou R$ 50 milhões em equipamentos para produção de leite em garrafa e mais R$ 20 milhões para a produção das manteigas, sendo alguns produtos importados. O processo durou 12 meses e foi concluído no final de 2017. O restante dos recursos foi distribuído entre investimentos para a ampliação da produção nas fábricas já existentes no estado e a mudança da matriz da empresa no Brasil, de São Paulo para Porto Alegre. O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Gilberto Porcello Petry, que acompanhou a missão à França, parabenizou o governador pela atração do investimento. “Estive no anúncio desses recursos, em Paris, e essa missão se materializou. O senhor fez um bom trabalho pelo seu estado e assim esperamos que mais indústrias e empresas venham investir aqui”, desejou.

Lactalis  1 - Lactalis passa a produzir UHT em garrafas e manteiga no RS

Novidades na produção no RS

O CEO da empresa para o Brasil, André Salles, apresentou as características do investimento e reforçou que a Lactalis produz praticamente toda a gama de produtos lácteos no RS. “O estado é muito estratégico para a gente. Fabricamos 900 milhões de litros de leite ao ano e exportamos 80% do volume que compramos dos produtores. Hoje, realizamos um sonho que estamos gestando há muito tempo. A Lactalis se preocupa em assegurar um produto de qualidade, de marcas fortes com preços acessíveis aos consumidores”, disse.

A novidade serve para envasar a fabricação de leite das marcas Parmalat e Elegê. Conforme a Lactalis, as garrafas Multiprotect apresentam barreiras de revestimento que evitam o contato do leite com o ambiente externo, ajudando a mantê-lo fresco por mais tempo. A embalagem tem também alta resistência, fácil acondicionamento e manuseio simples, evitando perdas e respingos.

Conforme a empresa, na França, o leite em garrafa PET representa 43% do mercado e 75% das vendas da Lactalis. No Reino Unido, a embalagem lidera 75% das vendas. “Essa é uma tendência que chega ao Brasil como fruto do amadurecimento do mercado de lácteos. O leite em garrafas agrega um novo conceito de praticidade e conveniência ao consumidor”, afirmou o diretor de comunicação da Lactalis do Brasil, Guilherme Portella.

As novas linhas de produção de manteigas premium são um segmento que apresenta crescimento no mercado. O produto deve seguir a tradicional receita francesa e a qualidade do produto Prèsident, uma das mais vendidas no país de origem da Lactalis, e, agora, a primeira a ser produzida na América do Sul.