Brasil

Vivência da cultura africana Yorùbá na Casa de Cultura Mario Quintana

Adultos e crianças que quiserem aprender sobre a cultura africana Yorùbá têm uma chance dia 24 de março, durante uma oficina que ocorrerá na Casa de Cultura Mario Quintana. Haverá contação de histórias com canto e brincadeiras com tambores tradicionais, entre outras atividades. O percussionista e dançarino nigeriano Ìdòwú Akínrúlí  vai introduzir os participantes nesta que é uma significativa cultura da história do continente africano.

Publicidade

A oficina é voltada a artistas, percussionistas, dançarinos, professores, pesquisadores da cultura de matriz africana, quilombolas, povo de religião matriz africana e afrodescendentes, além de interessados em geral. Os objetivos são promover e fomentar ações sobre a cultura Yorùbá – importante na formação da arte e cultura brasileiras.  Serão abordados conhecimentos fundamentais como técnicas, histórias, instrumentos e ritmos.

Quem é Ìdòwú Akínrúlí  

Percussionista, dançarino, baterista e professor nigeriano. Atualmente, dirige o Grupo ÌBEJÌ e Ò̩s̩é̩è̩túrá Africa’njazz, fundado com o propósito de promover e difundir a cultura de matriz Yorùbá, além de coordenar o evento ÀKÓKÒ ÀWÒ DÚDÚ – Tempo da Pele Negra, este ano em sua quinta edição.

SERVIÇO
Oficina “Vivência da cultura africana Yorùbá para crianças e adultos”
Quando: 24 de março | Sábado
Horário: 15h
Local: Auditório Luiz Cosme – 4º andar da CCMQ (Rua dos Andradas, 736)
Inscrições: http://bit.ly/2t0YPs3
Investimento: R$ 20 (crianças), R$ 40 (adultos) e R$ 60 (casais)
Informações:  (51) 98162 -0852, contatoiluakin@gmail.comwww.iluakin.com.br ewww.facebook.com/akin.percussao

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo