Esportes

Mayra Aguiar e Marcelo Melo são os Melhores Atletas do Ano de 2017 do Brasil

Festa organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil homenageou principais destaques do ano

A judoca Mayra Aguiar e o tenista Marcelo Melo foram eleitos os Melhores Atletas do Ano de 2017 do Brasil! Os dois foram homenageados na cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico nesta quarta-feira, dia 28, no Rio de Janeiro. Organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a festa de gala do esporte olímpico chegou à sua 19ª edição premiando também 51 melhores atletas no ano em cada modalidade esportiva, além de outras homenagens.

“O Comitê Olímpico do Brasil tem especial orgulho de reunir nessa noite os maiores expoentes dos esportes olímpicos no país. Premiar é reconhecer o mérito, e vocês fizeram por merecer essa homenagem no Prêmio Brasil Olímpico”, disse o presidente do COB, Paulo Wanderley. “O ano de 2017 foi de muitas mudanças no esporte brasileiro. Um ano de readaptação à realidade do país e do próprio esporte. As dificuldades foram imensas, mas juntos – COB, Confederações, Ministério do Esporte, Forças Armadas, clubes, treinadores e atletas, conseguimos superar os desafios e evoluir. O nível técnico alcançado no último ciclo olímpico foi mantido. E seguiremos assim, baseados na meritocracia, austeridade e transparência, até os Jogos Olímpicos Tóquio 2020”, disse o presidente.

A escolha dos vencedores do Troféu de Melhor Atleta do Ano foi realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Além dos vencedores, concorreram ao troféu de melhor do ano Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Ana Sátila (canoagem slalom), no feminino; e Caio Bonfim (atletismo) e Evandro/André (vôlei de praia), no masculino.

Mayra Aguiar fez história em 2017. O título do Campeonato Mundial, em Budapeste (HUN), no mês de setembro, a consagrou como a brasileira com mais medalhas na competição em todos os tempos. A quinta medalha em Mundiais da carreira da gaúcha de 27 anos veio após vitória sobre a japonesa Mami Umeki na final da categoria meio-pesado (-78kg). O feito ainda a igualou a João Derly como bicampeã mundial. Ela já havia conquistado o ouro em 2014.  O currículo de Mayra traz ainda duas medalhas olímpicas de bronze (Rio 2016 e Londres 2012). “Estou muito feliz por receber este prêmio. O início de 2017 foi muito conturbado. Passei por minha quinta cirurgia, mas o judô ensina a cair e eu tive que parar. Nada pior para um atleta do que parar de fazer o que ama. E se o judô ensina a cair, também ensina a levantar. E eu me levantei com mais força ainda, conquistando meu segundo título mundial”, disse Mayra Aguiar.

O mineiro Marcelo Melo, de 34 anos, vem quebrando paradigmas no tênis brasileiro. Atuando ao lado do polonês Lukasz Kubot, terminou a temporada 2017 como líder do ranking mundial de duplas. Foram seis títulos ao longo do ano, sendo o mais importante o do tradicional torneio de Wimbledon, jogado na grama.  Também levantou os troféus dos Masters 1000 de Paris, Miami e Madri. Em dezembro, em Londres, no ATP Finals, torneio que reúne os melhores do ano, ficou com o vice-campeonato.

Etiquetas
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios