Negócios

Na Amcham, Rachel Maia anuncia saída da presidência da PANDORA

Mais que uma mulher, negra e executiva, ela cria sonhos. Rachel Maia acaba de deixar a liderança da Pandora, após nove anos, e já está de olho em desafios. “A minha próxima ambição é o topo. Liderar para gerar mais inclusão e transformação”, anunciou ela, nesta quarta-feira (28/3), em evento online promovido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham). Ela, que transformou uma startup de 2 lojas em líder do segmento de joalherias do país com 98 lojas, exprimiu sua marca pessoal como valor de negócio, seguindo a tendência global de corporações com propósitos. Seu exemplo é mais que necessário no mercado brasileiro, a Rachel Maia, negra e mulher, representa 0,04% dos presidentes das empresas. Além disso, Rachel Maia gera um fenômeno de engajamento, mais de 1.000 executivos se inscreveram em evento online da Câmara Americana de Comércio, onde concedeu entrevista exclusiva à AmchamTV e falou da sua trajetória e novos desafios. A partir de agora, o cargo de presidente será extinto e as operações brasileiras passam a ficar sob a direção para mercados emergentes e América Latina da companhia, segundo informação divulgada pela  joalheria.

Artigos relacionados