LitoralPorto AlegreRio Grande do Sul

Paulo Dionísio e Gilberto Oliveira interpretam Luiz Melodia nesta terça-feira

A letra de uma música de Luiz Melodia dizia: “Se quer matar-me de amor, que me mate no Estácio”. O Chapéu Acústico, projeto da Biblioteca Pública do Estado (BPE), com produção cultural de Marcos Monteiro, lembra o ícone da MPB, com apresentação de dois grandes artistas gaúchos: o cantor e compositor Paulo Dionísio e o guitarrista, arranjador e compositor Gilberto Oliveira. O espetáculo acontece nesta terça-feira (3), às 19h, no Salão Mourisco. O timbre de voz de Paulo Dionísio combina com a voz aveludada do inesquecível Luiz Melodia, os arranjos e a guitarra de Gilberto Oliveira completam a magia. O repertório abrange números marcantes da carreira de Melodia, como ‘Estácio, Holly Estácio’, ‘Pérola Negra’, ‘Veleiro Azul’, entre outros.

Publicidade

Paulo Dionísio

Vocalista da banda Produto Nacional, uma das referências do reggae gaúcho, com uma carreira de 29 anos. Artista militante, envolvido com movimentos populares e culturais da periferia e centros urbanos de Porto Alegre, como Afrosul Odomodê, Maria Mulher, Sopapo Poético. Presta serviços sociais por meio da música. Atuou como comunicador na extinta rádio Ipanema FM, como âncora do programa ‘Reggae Paradise’, responsável pela divulgação de novos expoentes do ritmo/movimento no Sul do Brasil.

Sócio-fundador e primeiro presidente da Associação Cultural Reggae RS (Acrer), participou de várias edições do Fórum Social Mundial, junto à Carrasco Produções, com quem promove projetos culturais. Atualmente, está gravando um CD solo e independente, ‘O Espírito dos Lanceiros’, com direção musical de Luís Vagner ‘Guitarreiro’ e participação de três nomes do reggae nacional: Fauzi Beydoun, da Tribo de Jah; Ras Bernardo, fundador e primeiro vocalista da banda Cidade Negra; e Celso Moretti, representante do reggae mineiro.

Gilberto Oliveira

Guitarrista, violonista, baixista, compositor, arranjador e produtor,  imprime um estilo marcante na sua música e dos artistas com quem produz e atua. Músico e professor há 38 anos, teve a oportunidade de dividir o palco e gravar com vários artistas brasileiros e estrangeiros. Atua com trabalho próprio e com vários artistas como instrumentista, arranjador e diretor musical.

Trabalhou com Neguinho da Beija-Flor, Bebeto, Mestre Marçal, Jamelão, Gelson Oliveira, Luciah Helena, Loma, Djalma Corrêa, Robertinho Silva, Zé Caradípia, Daniel Torres, Geraldo Flach, Renato Borguetti, Tadeu De Marco, Cesar Passarinho, Cauby Peixoto, Jim Porto, Cidinho Teixeira, Alcione, Lidoka (ex-Frenéticas), entre outros.  E com as cantoras americanas Jane Blakstone, Sandy Sasso, Kat Parra e Roseanna Vitro, indicada ao Grammy 2012; a uruguaia Mariana Moraes; a dominicana Irka Mateo; a trompetista holandesa Saskia Laroo; o trombonista inglês Mark Mulley; o guitarrista sueco Tomas Janzon; os pianistas Gladstone Trott, Allen Farnham, Warren Byrd e Murray Low; e os americanos Verner Vana e Cliff Korman.

SERVIÇO

  • O quê: Chapéu Acústico | Paulo Dionísio e Gilberto Oliveira interpretam Luiz Melodia
  • Quando: Terça-feira (3), às 19h
  • Onde: Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado (Riachuelo, 1190, Centro Histórico de Porto Alegre)
  • Entrada: Contribuição espontânea

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.