CASANEWS

Dicas para comprar pisos e revestimentos

Durante a construção ou reforma, a compra de pisos e revestimentos costuma gerar dúvidas. Afinal, qual é a diferença entre pisos e revestimentos? Onde se aplica cada um deles? E agora, porcelanato ou cerâmica? Para eliminar essas e outras dúvidas, Jurandi Bitu, gerente de mercado da divisão de pisos e revestimentos da Telhanorte, responde essas e outros questionamentos naturais que surgem na hora de escolher o modelo ideal.

Diferenças. O primeiro passo para escolher entre revestimentos e pisos é entender onde cada um pode ser aplicado. Deve ser considerado como piso o que será instalado somente no chão e revestimento é aquele que será aplicado nas paredes.

Publicidade

Cálculo correto. Para definir com exatidão a quantidade que atenderá a demanda, é necessário medir todos os lados do chão para identificar a metragem total (m²) e linear para ambientes que exigem rodapé. Para revestimentos, a dica é medir a altura da parede e a largura do ambiente como, por exemplo, o tamanho de portas e janelas. É sempre indicado levar, pelo menos, uma caixa a mais, devido a possíveis recortes ou quebras na hora da instalação, ou seja, em torno de 10% mais que o apontado no cálculo. É possível fazer o cálculo por meio de recursos simples disponíveis na internet, como a Calculadora Pisos & Revestimento da  Telhanorte.

Local. É importante avaliar também o ambiente que receberá as peças. “Se for uma área molhada, o acabamento não pode ser liso demais por segurança, pois há o risco de escorregar. Caso seja um local com alto tráfego de pessoas, os modelos mais resistentes são as melhores apostas. Já as áreas externas exigem pisos com resistência ao vento e à chuva. É importante ainda refletir sobre o estilo empregado, ou seja, se é um ambiente moderno, rústico ou clean, além da utilização, ou seja, residencial ou comercial”. O importante é sempre utilizar modelos que dialoguem com a decoração e a funcionalidade necessária”, ressalta Bitu.

Formas e tamanhos. No mercado, existem diversos formatos de piso e revestimentos: grandes, médios e pequenos. O ideal é escolher um que seja proporcional ao tamanho da área em que será aplicado. Para ambientes pequenos, formatos menores, enquanto em espaços amplos é recomendado usar peças maiores.

Publicidade

Etiquetas
Publicidade

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios