Novo HamburgoRS

Novo Hamburgo: câncer de boca foi tema de capacitação na FSNH

Em alusão ao Maio Vermelho, considerado o mês de conscientização do Câncer Bucal, a Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (FSNH) recebeu na quarta-feira, 23, uma capacitação para os profissionais. Ricardo Paiva, Odontólogo no município, ministrou uma palestra sobre lesões da cavidade bucal: diagnóstico e conduta. O público-alvo foram os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais da área.

Além de explicar cada tipo de lesão e como podem ser identificadas, Ricardo alertou sobre os números de mortalidade por Câncer de Boca. Ele informou que há uma ascensão nos casos a cada ano, o que é sinônimo de alerta. “É preciso prevenir. As pessoas precisam ficar atentas e buscar atendimento assim que identificarem algo anormal. A maioria dos casos têm cura se diagnosticado e tratado no início”, reforça.

Publicidade

Conforme informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Câncer de Boca acomete mais os homens acima dos 40 anos. Os maiores fatores de risco são o consumo regular de tabaco e bebidas alcoólicas, radiação solar e uma higiene bucal deficiente. Os dados divulgados pelo Instituto em 2018 mostram que a incidência no país, no último ano, foi de 14.700 casos.

Atenção aos sinais

A população deve ficar atenta aos sinais. Os principais a serem observados são: lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias, manchas/placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca e bochecha, nódulos (caroços) no pescoço e rouquidão persistente. Nos casos mais avançados observa-se: dificuldade de mastigação e de engolir, dificuldade na fala e sensação de que há algo preso na garganta.

Publicidade

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios