ATUALCASANEWS

Decoração de lofts: conheça as principais tendências

A vida nos dias de hoje pede praticidade em tudo e, na hora de escolher onde morar, as pessoas têm aderido ideias mais simples, funcionais e dinâmicas. Quer um exemplo? A decoração de lofts virou uma tendência mundial e, aqui no Brasil, também já é bastante recorrente, principalmente entre quem mora nas grandes cidades.

Para quem ainda não sabe, os lofts são uma forma de moradia alternativa originada em Nova York (EUA), por volta dos anos 1950 até a década de 1970. O nome, que em português significa “sótão” ou “depósito”, classifica os apartamentos criados em espaços antes utilizados por fábricas, que migraram dos centros para bairros mais afastados. As pessoas, principalmente jovens, que não tinham muito dinheiro para aluguéis caros, começaram a ocupar esses galpões originariamente industriais, montando apartamentos com características peculiares. A ideia deu tão certo que até hoje a decoração de lofts conquista adeptos.

Características de um apartamento loft

Antes de partir para as tendências, é bom entender um pouco mais as características marcantes desse tipo de apartamento. Como já foi falado, o loft é um símbolo de modernidade quando o assunto é moradia. Além de trazer um estilo mais dinâmico e descolado, podemos elencar outros aspectos:

  • pé-direito alto (no mínimo 3,2 m);
  • ambientes conjugados;
  • colunas de sustentação aparentes;
  • ausência de paredes como divisão interna;
  • tijolos à mostra;
  • tubulações hidráulicas e elétricas aparentes;
  • ausência de forro ou piso;
  • iluminação natural vinda de janelas maiores;
  • utilização de materiais mais frios, como cerâmica;

Estilo de decoração de lofts (industrial)

Com todos os traços apontados acima — que podem variar de acordo com o projeto, é claro —, é possível identificar claramente um estilo de decoração industrial. As famosas paredes de tijolos de demolição e os revestimentos em cimento queimado viraram uma tendência forte que, pelas evidências, veio para ficar. Com a decoração industrial como base para qualquer loft, fica mais fácil personalizar o resto. As novidades surgem com frequência no mundo da arquitetura e decoração, e é interessante conferir essas tendências para ver se é possível aderir algumas ideias na sua casa. Abaixo, selecionamos as principais.

Mobiliário de ferro, couro e vidro

Para dar seguimento ao ar industrial com uma pegada urbana, o mobiliário para loft tem apresentado detalhes fortes nos seus materiais. Além do ferro, que já é incidente, também é possível investir em estofados de couro, acabamentos em vidro e, para fugir do “minimalista & moderno”, modelagens mais retrô. No entanto, algumas pessoas têm preferido trazer para o loft um estilo mais rústico, com móveis de madeira, por exemplo, que podem inclusive ser de demolição. A ideia é não anula o ar industrial, mas, sim, adicionar um toque mais personalizado e diferenciado do que já se vê por aí.

Paletas neutras e suaves

Um loft, por si só, já é um boom de impacto visual. Afinal, estamos falando de um ambiente aberto, com pé-direito alto e sem paredes como divisórias. Quando se entra em um lugar assim, já somos invadidos de informação. Então, não é uma boa ideia carregar a decoração de cores fortes. O ideal para a decoração de lofts é o uso de paletas de cores suaves e, se possível, neutras. O cinza, que já é uma forte tendência, torna-se protagonista nos ambientes integrados. Contudo, também é possível investir em tons mais sóbrios de azul e em cartelas de gelo, bege, entre outras opções. O segredo na hora de decorar o loft está na aplicação de pequenos detalhes mais coloridos nos móveis — como cadeiras ou poltronas de tonalidade marcante, ou objetos decorativos, como quadros,almofadas e vasos.

Estantes de metal para integrar ambientes

Por falar em ambientes integrados, é importante ressaltar que, para um loft, é fundamental ter criatividade para dividir os cômodos sem tornar o visual do lar poluído. Para quem gosta dessa brincadeira de montar espaços diferentes, vale apostar em estantes de metal. Além de marcar a divisão dos espaços do loft, as estantes trazem um material natural para o estilo desse tipo de apartamento — o metal. Com a ideia de separar os ambientes, ela ainda é funcional, já que permite que você guarde pertences e exponha objetos decorativos e de arte.

Jardins verticais

Não é só porque você mora em um apartamento, que não pode ter a natureza por perto. Com os jardins verticais, é totalmente possível cultivar um espaço verde dentro de casa, uma verdadeira floresta urbana. Como o loft tem, geralmente, janelas grandes e boa entrada de luz natural, as plantas vivem bem no seu interior, sem complicações. Além da opção vertical, também está liberado o uso de plantas de grande porte, com vasos imponentes para preencher um espaço aberto e alto. Só tenha o cuidado de escolher as espécies certas para esse tipo de ambientes:

  • ráfis;
  • lança-de-são-jorge;
  • lírio da paz;
  • jiboia;
  • antúrio;
  • bambu da sorte; entre outras.

Utilização de móveis planejados

Quando o assunto é decoração de lofts, não podemos nos esquecer de que o mais importante é saber planejar todo o espaço. Uma tendência — e uma alternativa inteligente — é apostar em móveis planejados para que você consiga otimizar cada ambiente da melhor forma possível.

Como os cômodos são integrados, é necessário que os móveis acompanhem não só a composição do lugar, como as necessidades dos moradores. Ainda podemos dizer que fica muito mais fácil integrar os espaços e criar estantes, balcões e armários como divisórias. Depois de conhecer as principais tendências na decoração de lofts, fica mais clara a visualização de um apartamento versátil, moderno e funcional, com toda a praticidade que o dia a dia agitado pede. Com a escolha certa dos móveis, o planejamento das peças e a disposição correta de tudo, considerando as peculiaridades do estilo, é possível personalizar a ideia nova-iorquina e criar um loft com a sua cara. Conteúdo exclusivo feito para o blog da Todeschini

Artigos relacionados