DestaqueNegóciosSanta Catarina

Embrapa Suínos e Aves lança o BiogásFort

O BiogásFort, processo tecnológico de obtenção e purificação do biogás e uso do biometano, foi lançado ontem, 30/10, durante solenidade em comemoração aos 43 anos da Embrapa Suínos e Aves (Concórdia/SC). Com a nova Unidade de Produção será possível aproveitar o biogás gerado a partir dos dejetos suínos das granjas como combustível veicular. O BiogásFort fornecerá combustível para o veículo que atende as demandas externas da Embrapa Suínos e Aves na cidade. A tecnologia é semelhante à usada em veículos movidos a GNV.

Publicidade

A Unidade de Produção de Biometano da Embrapa Suínos e Aves é a primeira em Santa Catarina e uma das primeiras no Brasil nesta escala. A produção é feita a partir dos dejetos suínos gerados nas granjas da Unidade e passam pela Estação de Tratamento de Dejetos Suínos – ETDS. O diferencial também está no biofiltro, que faz o processo de purificação.

De acordo com o pesquisador Airton Kunz, chefe de pesquisa e desenvolvimento, o biometano apresenta a vantagem de ser um combustível gerado a partir de fonte renovável, substituindo a fonte fóssil. “O Brasil assumiu metas de redução do uso de fontes fósseis. E apresentar alternativas para isso é um dos compromissos da Embrapa”, afirmou. Ainda de acordo com ele, a não emissão de metano diretamente ao ambiente reduz o efeito estufa.

Publicidade

O processo segue regulamentações como a ANP 8, de 06.03.2007, e atende diversos compromissos com a produção de energia a partir de fontes renováveis. Um desses compromissos está vinculado ao Objetivo de Desenvolvimento Estratégico – ODS 7 – Energia Limpa e Acessível. O BiogásFort – Unidade de Produção de Biometano da Embrapa Suínos e Aves tem o apoio financeiro da Eletrosul e parceria da Janus & Perguer e Kemia.

Homenagens – Outro momento especial da solenidade de 43 anos da Embrapa Suínos e Aves será a entrega do Prêmio Personalidade Destaque da Avicultura e da Suinocultura 2018. A indicação, feita pelos empregados, considera como personalidade destaque pessoas cujas contribuições foram decisivas para o desenvolvimento da suinocultura e da avicultura nacional. Os indicados deste ano são o Professor Dr. Paulo Lourenço da Silva, vinculado a Universidade Federal de Uberlândia, na área de Avicultura, e a Sra. Ildara Nunes Vargas, assessora do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos (SIPS), na suinocultura. Após a entrega, os homenageados participam de uma mesa redonda sobre “Defesa Sanitária Animal”, com a moderação do Dr. Rogério Kerber, da Fundesa-RS.

Publicidade
Publicidade
Botão Voltar ao topo