Transplante de Barba: Solução permanente é a saída para homens que têm poucos pelos

Símbolo de masculinidade, a barba, nos últimos anos, ganhou espaço e parece que não vai sair de moda tão cedo. No entanto, os homens que não nasceram com a predisposição genética de ter pelos no rosto, têm buscado métodos definitivos para obter o visual “barbudo”.

De acordo com o Instituto de Medicina do Cabelo, o transplante de barba teve um aumento de 40% na procura nos últimos dois anos. “Esse procedimento é o segundo mais procurado, perdendo somente para o transplante capilar, ” afirma o especialista em transplante capilar Dr. Thiago Bianco.

Atualmente, não existe nenhum tratamento clínico ou medicamentoso que seja eficaz para o crescimento de barba. “Não há nenhum estudo que comprove a eficácia de medicamentos para o crescimento da barba”, comenta o médico.

Transplante de pelos faciais 2 - Transplante de Barba: Solução permanente é a saída para homens que têm poucos pelosO transplante de barba é feito com FUE (Follicular Unit Extraction), técnica em que são utilizadas unidades foliculares de 1 e 2 fios. “O procedimento de transplante de barba é muito natural, realmente o resultado fica imperceptível. No local onde os folículos foram implantados não fica nenhuma marca no rosto ”, destaca Bianco.

A cirurgia é realizada sob anestesia local e o paciente tem alta no mesmo dia. “O método consiste na retirada dos fios de cabelo de uma área doadora e, em seguida, transplantada para o rosto. Os ângulos de implantação precisam seguir o padrão natural dos pelos da barba. As unidades foliculares são cuidadosamente lapidadas e separadas por unidade”, explica o especialista.

Além disso, o procedimento não deixa marcas ou cicatrizes após a aplicação. “Os fios podem ser vistos na mesma hora e, após alguns meses, o paciente já observa o resultado completo do transplante”, conclui. O paciente tem total liberdade para utilizar a barba mais comprida ou serrada. Quando necessário ele pode raspar a barba com gilete ou com navalha. “Isso acontece porque as micros incisões, que são feitas para colocar os folículos, são muito pequenas, com apenas 0,61 milímetros” acrescenta.

Dr. Thiago Bianco, médico especializado em transplantes capilares – um dos pioneiros a realizar a técnica FUE no Brasil. Graduado em Medicina em 2006, e especializou-se em cirurgia geral e trauma, e direcionou sua carreira para a área de implante capilar. Membro titular da ISHRS (International Society of Hair Restoration Surgery), e do World FUE Institute. Site: https://www.thiagobianco.com