Trombose venosa profunda: os sinais para ligar o alerta

[dropcap]Q[/dropcap]uando dores intensas ocorrem em apenas uma das pernas, vermelhidão, inchaço ou endurecimento da musculatura na região, é bom ficar alerta. Esses sinais que recebemos do nosso corpo podem ser trombose. Diante desses sintomas, a primeira coisa a se fazer é procurar um médico – quanto mais rápida acontecer a visita a um consultório ou Pronto Atendimento, menores as chances de consequências mais graves.

É importante ressaltar que existem dois tipos de trombose: a arterial, que acontece devido ao desenvolvimento de placas de gordura e formação de coágulos nas artérias, e a Trombose Venosa Profunda (TVP), resultado da formação de coágulos nas veias profundas da perna. Por impedir a passagem do sangue, dor e inchaço são causados no local afetado. No caso da TVP, o coágulo pode migrar para o pulmão e provocar embolia pulmonar.

Técnica minimamente invasiva não deixa sequelas

Atualmente, existem técnicas bastante precisas para o tratamento da trombose. Uma delas, chamada de “aspiração do trombo”, é feita no Centro Cirúrgico para Procedimentos Minimamente Invasivos do Hospital Santa Catarina (SP). “Essa técnica permite a aspiração completa do trombo, de forma a liberar a passagem do sangue no vaso sanguíneo, explica o Dr. Carlos Alberto Fernandes Costa, especialista em cirurgia vascular, que realiza os procedimentos na Sala Híbrida do hospital.

Além da precisão, o médico também destaca que o método permite uma rápida recuperação, evitando uma internação prolongada e diminuindo muito as complicações deste tipo de doença. É um procedimento minimamente invasivo, realizado por punção, geralmente na virilha, com a introdução do cateter.

Prevenção é o melhor caminho

Como toda doença, a prevenção é o melhor caminho para evitar a trombose. Ter uma dieta equilibrada com frutas, legumes e verduras é fundamental, assim como a prática regular de exercícios. Ingerir bastante água no dia a dia e evitar o tabagismo, consumo de álcool em excesso e alimentos gordurosos são igualmente importantes. Meias de compressão também podem ajudar, para evitar a TVP, principalmente em casos que a pessoa ficará na mesma posição por um longo período (como acontece em viagens prolongadas). A atenção deve ser redobrada por quem possui histórico familiar com problemas vasculares.

Hospital Santa Catarina
O Hospital Santa Catarina, que completou 112 anos de fundação em 2018, prima pela excelência no atendimento seguro e humanizado. Referência de qualidade em serviços de saúde no Brasil, atende desde pequenos procedimentos até cirurgias de alta complexidade. A instituição filantrópica é parte da Associação Congregação de Santa Catarina, a qual compõe uma rede social que atua nos eixos da saúde, educação e assistência social. Congrega cerca de 13 mil colaboradores, distribuídos em diversas obras sociais e programas de apoio em sete estados brasileiros.

Com infraestrutura moderna, equipamentos de última geração e profissionais altamente qualificados, o Hospital Santa Catarina dispõe de 324 leitos, sendo 85 de UTI, 16 salas de cirurgia, cinco Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs neurológica, cardiológica, pediátrica, geral e multidisciplinar) e pronto atendimento 24 horas.