DestaquePorto AlegreRS

Colheita do Arroz Orgânico será comemorado nesta quinta em Viamão

Nesta quinta-feira (7) ocorre em Viamão a Celebração da Colheita de Arroz Orgânico, a partir das 10h. O evento será na Comunidade Reforma, de propriedade de Joeci da Silva Nunes e Heisio Negreiros Mitida. O local, onde residem cinco famílias, tem 32 hectares e produz a primeira safra de arroz orgânico da área. Além do ato simbólico de colheita, também está programada visitação nas lavouras da propriedade. O evento se encerra ao meio-dia, com almoço no valor de R$ 10 por pessoa.

Organizado pelo Grupo de Produtores de Arroz Orgânico de Itapuã, a iniciativa quer promover a identidade da população local, desenvolver a produção de alimentos em harmonia com o ambiente, estimular ações em redes de parceria, além de fortalecer ações convenientes à zona de amortecimento (na borda de áreas protegidas) do entorno do Parque Estadual de Itapuã.

Segundo Edivane Portela, técnico orizícola do 15° Núcleo de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nate) do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) de Viamão, cerca de 100 famílias produzem arroz orgânico no município. No total, são 850 hectares plantados. O município é descrito como um dos maiores produtores de arroz orgânico no país. A produtividade na safra de 2017/2018 ficou em 75 sacas por hectare.

Mercado em expansão

A produção ainda é pequena se comparada com a do arroz tradicional, que só em Viamão conta com 19.750 hectares. Dessa área, na última safra, saíram mais de 2 milhões de sacas. Contudo, Portela conta que há cada vez mais produtores de arroz tradicional querendo conhecer os métodos de produção orgânica. O técnico acrescenta que o mercado do arroz orgânico está em expansão. “Conforme o consumidor vai conhecendo e se conscientizando sobre esse tipo de produto, também cresce o interesse e a demanda.”

O evento tem a parceria da Emater-RS/Ascar, Irga, Parque Estadual do Itapuã, Instituto Federal do Rio Grande do Sul, Núcleo de Estudos em Agricultura Familiar da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Cooperativa dos Trabalhadores Assentados da Região de Porto Alegre (Cootap) e Arroz Terra Livre. A O Celebração da Colheita se encerra ao meio-dia, com almoço no valor de R$ 10 por pessoa.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios