Variedades

Artista brasileiro Eduardo Kobra pinta mural em Mônaco

O artista brasileiro Eduardo Kobra está no Principado de Mônaco desde sábado (09) pintando um mural que ilustrará o posicionamento sustentável e responsável de Mônaco, com foco em um dos grandes temas dos dias atuais: o aquecimento global. A obra, cujo tamanho será de 12m de largura por 7 m de altura, ficará exposta com grande visibilidade no rochedo de Mônaco, um dos principais pontos do país.

Kobra é um dos principais artistas brasileiros da atualidade e é reconhecido mundialmente por seu grafite único e original. Sua arte transforma cenários urbanos e chama a atenção não apenas pelo estilo, mas também pelas causas que representa, como por exemplo a união dos povos. Ele já pintou mais de 500 obras espalhadas pelo Brasil e outros 17 países, que se tornaram atrações turísticas por si só e se destacaram no meio das paisagens cosmopolitas.

“Para mim é um privilégio poder trazer este primeiro trabalho aqui para Mônaco, que foca em uma questão que também é importante para o principado. Eu acabei tendo essa conexão justamente por conta desta visão sobre a questão do aquecimento global. O local em que estamos pintando é muito bonito, agradável e estamos sendo muito bem recepcionados aqui no país. Estou muito impressionado com a beleza da paisagem, acima de tudo, com a encosta onde Mônaco está localizado, com toda a história do país. E poder ter uma obra aqui é realmente um marco na minha trajetória”, disse Eduardo Kobra.

Mônaco é um dos países europeus mais sensíveis a problemas ambientais. O governo e estabelecimentos monegascos, além da própria população do principado, se envolvem diariamente em questões relacionadas ao desenvolvimento sustentável, como mobilidade urbana, gastronomia orgânica, energias renováveis e eficiência energética, preservação do meio ambiente, proteção dos oceanos, entre outros temas. Conhecido por seus serviços e produtos de luxo, o país está promovendo a campanha “Green is the new Glam”, ou seja, quer passar a mensagem para o mundo que a sustentabilidade é o novo glamour.

A associação Brasil Monaco Project foi uma das idealizadoras e apoiadoras do projeto. A instituição sem fins lucrativos, presidida pela brasileira Luciana de Montigny, tem como objetivo aproximar as relações entre os dois países e promover um intercâmbio em diversas áreas, como cultura, economia e meio ambiente.

Artigos relacionados