DestaqueGeral

Siemens assina compromisso com ONU Mulheres

Termo é para consolidar adoção de medidas de equidade de gênero e empoderamento feminino

Iniciativa reforça o compromisso em estabelecer políticas pautadas pela diversidade e comprometidas com a igualdade de oportunidades.

Evento ocorre como parte das atividades da Semana da Mulher, promovida pelo DiverSifica, programa da Siemens para promover diversidade e inclusão em temas estratégicos

Publicidade

Pautada pela diversidade e comprometida com a inclusão e igualdade de oportunidades, a Siemens adere aos Princípios do Empoderamento Econômico das Mulheres (Womens’s Empowerment Principles, WEPs, na sigla em inglês), uma iniciativa da ONU Mulheres e Pacto Global pela igualdade de gênero. Com a assinatura do documento na sede da companhia alemã, em São Paulo, a Siemens assume um compromisso público para impulsionar a igualdade de gênero no ambiente de trabalho, investindo em medidas efetivas que promovam o empoderamento feminino e ofereçam oportunidades iguais de desenvolvimento de carreira. O acordo prevê ainda que as ações da Siemens para promover a igualdade de gênero sejam estendidas para a cadeia de valor e as comunidades com as quais a empresa se relaciona.

A partir da adesão, a Siemens passa a fazer parte de uma rede global para compartilhamento de boas práticas corporativas pela equidade de gênero, com destaque para ações que promovem a igualdade em seu mais alto nível, a educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres. Essas ações passam a ter seus progressos medidos, documentados e publicados.

“Além de estar conectada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU, essa iniciativa está totalmente alinhada ao nosso propósito de atuar como agente de transformação, com medidas efetivas que consolidem nossos programas voltados à equidade de gênero e promovam um ambiente mais igualitário. Afinal, um ambiente que conta com a colaboração de pessoas com diferentes experiências e pontos de vistas, está mais propício à criação de ideias e soluções cada vez mais inovadoras,” afirma Marisilvia Mattedi, diretora de finanças da Siemens Mobility, líder do pilar de gênero e membro do Comitê de Diversidade e Inclusão da Siemens no Brasil.

Publicidade

A ação vem para reforçar a estratégia de atrelar suas políticas de diversidade aos resultados positivos de negócio da empresa. Entre as iniciativas que a Siemens já faz em prol da diversidade, está a licença maternidade e paternidade estendida, a criação de lactários nas plantas de Jundiaí e Anhanguera, para que as colaboradoras em fase de amamentação possam tirar e armazenar leite materno em local adequado, além de uma meta pré-estabelecida de atingir 24% de mulheres na liderança até 2020.

A ONU Mulheres foi criada em 2010, para unir, fortalecer e ampliar os esforços mundiais em defesa dos direitos humanos das mulheres. Por meio de parcerias com a sociedade civil, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, universidades, empresas e o sistema das Nações Unidas, a ONU Mulheres defende os compromissos internacionais assumidos pelos Estados-Membros da ONU com os direitos humanos das mulheres.

“Entre suas prioridades estratégicas, a ONU Mulheres defende que as mulheres tenham segurança de renda, condições seguras de trabalho e autonomia econômica. O compromisso de empresas com os Princípios de Empoderamento Econômico é de extrema importância para essa conquista e é uma das possibilidades para que possamos, juntos, remover todos os obstáculos que hoje impedem as mulheres de desenvolver todas as suas pontecialidades”, diz Ana Carolina Querino, representante interina da ONU Mulheres no Brasil.

O evento foi promovido pelo Comitê de Diversidade e Inclusão juntamente com o LiderançaZ, criado em 2010 por um grupo de executivas da Siemens com o objetivo de aumentar o percentual de mulheres em posições de liderança, promovendo a troca de experiências e criando conexões, além de fomentar o mentoring e o aconselhamento entre mulheres como forma de motivá-las a se fortalecerem no desenvolvimento da carreira.

A assinatura faz parte de um conjunto de ações em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, que foi celebrado em 8 de março. Nessa semana, estão sendo realizadas diversas atividades dedicadas ao tema, gerando uma oportunidade para todos refletirem sobre um futuro com ambientes cada vez mais inclusivos, como troca de livros com temática de diversidade, dois paineis sobre Liderançae empoderamento feminino com a presença de líderes femininas de empresas renomadas e sessões de cinema com o documentário “Explicando: Por que as mulheres recebem menos que os homens”.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar