CASANEWS

Fernando Piva na CASACOR São Paulo

Após quatro anos, o designer de interiores Fernando Piva retorna à CASACOR São Paulo, maior mostra de arquitetura, design e paisagismo das Américas, trazendo um ambiente onde a funcionalidade caminha junto com a elegância e conforto. O Estúdio Plural é resultado de um trabalho baseado na vivência e experiências do profissional durante mais de 27 anos de carreira. Em 89 metros quadrados, Fernando concebeu um espaço democrático, voltada para as novas formas de morar, priorizando o bem-estar, a praticidade do dia a dia e o uso de materiais que tragam sensação de refúgio, tão necessário para a rotina contemporânea.

Por se tratar de um espaço que pode ser usado por qualquer perfil – homem/mulher, várias idades e gostos – ele tem a pluralidade de atender às necessidades de um público diverso, que exige praticidade no dia a dia e não abre mão do luxo. “É um projeto com a intenção de ser real, um espaço possível de ser habitado e que os visitantes tenham essa sensação assim que entrarem no ambiente”, comenta o profissional.

Fernando projetou um living generoso no centro, dominando a maior parte do espaço, com o escritório e bar complementando o ambiente. Ao fundo, foram distribuídos o quarto, o banheiro e a cozinha. “Optei por deixar a cozinha com uma área maior, pois acredito que ela é um dos espaços principais de uma casa nos dias de hoje”, explica.

fernando Piva  - Fernando Piva na CASACOR São Paulo

Seguindo a linha funcional e acolhedora, Fernando elegeu materiais que estimulam o contato. Texturas diversas compõem os revestimentos, móveis e acabamentos. Para o piso, o designer optou por um porcelanato que reproduz o padrão do granilite, trazendo um toque vintage ao espaço. Em algumas paredes, o lambri com acabamento amadeirado proporciona calor, em companhia da textura cinza com efeito velvet que dá vida às paredes e ao teto. No jardim interno, a decisão por uma cerâmica brilhante artesanal oferece frescor, em contraponto com o nobuck em tom camelo que reveste a estrutura externa do banheiro. Todos esses elementos, em tons esverdeados, beges e cinzas, evocam a contemporaneidade do estúdio e evidencia a proposta de pluralidade para atender a diversos gostos.

A curadoria do mobiliário é um destaque à parte. Peças clássicas como a poltrona Mole, de Sergio Rodrigues, e a cadeira Milhazes de Bernardo Figueiredo, dividem espaço com peças de Jader Almeida, como a mesa lateral Ring, o buffet Onda de Arthur Casas e a poltrona Dina de Fernando Mendes. “Sempre enalteço o design nacional em meus projetos, mesclado a referências internacionais”, comenta Fernando. Isso pode ser evidenciado pela escolha das luminárias de Bernard Schottländer e Ingo Maurer. Para complementar, obras de arte de Nazareth Pacheco (série Gotas), Hércules Barsotti (série de gravuras geométricas PB), escultura de Joaquim Tenreiro, Claudio Tozzi (nanquim da década de 1960) além de fotografias de Betina Samaia, Claudio Edinger, Jason Peterson, entre outros, estão na curadoria certeira de Piva para dar ainda mais personalidade ao ambiente.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios