Novo Hamburgo

Equipe da Feevale vence o Renault Experience

Grupo desenvolveu projeto voltado para pessoas com dificuldades motoras

O time OrniTwizy, composto por estudantes da Universidade Feevale, venceu o desafio Twizy do Renault Experience. O grupo, que ganhou a competição nacional, representará o Brasil no Twizy Contest, que reunirá os ganhadores de todos os países em Paris, na França. O time montará seu protótipo em Curitiba com a estrutura da Renault, além de engenheiros, designers e profissionais de negócios da empresa, que monitorarão os estudantes durante todo o mês de julho e início de agosto.

Projeto da OrniTwizy 1 - Equipe da Feevale vence o Renault ExperienceViabilizado pela Diretoria de Inovação e pelo Instituto de Ciências Criativas e Tecnológicas (ICCT), o time criou um novo modelo de carro elétrico voltado para pessoas com dificuldades motoras. Assessorados pelos professores da Instituição Juan Almada, Fabiano Nunes e Moisés de Mattos Dias, o grupo é composto por Felipe Machado, do curso de Design, Jonata Rocha Fett e Nickolas Augusto Both, de Engenharia Eletrônica, Matheus Furlan da Silva, de Engenharia de Produção e Marco Antônio Fröhlich, mestrando em Tecnologia dos Materiais e Processos Industriais.

Neste ano, a Renault Experience recebeu mais de quatro mil inscritos com cerca de trezentos e trinta projetos, dos quais, trinta foram escolhidos para a pré-aceleração. Durante esse período, o grupo recebeu uma metodologia guiada para desenvolver toda a questão projetual do produto e do negócio envolvido no projeto, estratégia de comunicação, entre outros. Para a final, foram escolhidos dez times, que tiveram de realizar um pitch por videoconferência para apresentar o público-alvo do produto – usuários de cadeiras de rodas – a solução do problema e como entregar valor para o usuário.

Para realizar a transmissão ao vivo para a banca avaliadora, em Curitiba, os estudantes montaram uma estrutura no miniauditório da Reitoria, localizada no prédio Lilás, Câmpus II da Feevale, em Novo Hamburgo, para falar com a diretoria, engenheiros, designers e profissionais de negócios da Renault. O grupo ficou cerca de cinco horas acompanhando o pitch dos outros competidores, até que a Renault anunciou o resultado do desafio.

“Ficamos muito felizes com a vitória porque, além das oportunidades incríveis que estamos tendo de uma multinacional confiar no nosso projeto, acreditamos muito no propósito da nossa ideia. Também é de interesse da Renault do Brasil que sejamos o melhor projeto do mundo”, diz Machado. Os estudantes tiveram que montar uma startup para apresentar a sua ideia o que, de acordo com o acadêmico de Design, fez com que o grupo se intitulasse uma empresa de soluções de mobilidade urbana universal. “Tivemos como principal foco solucionar a dificuldade dos cadeirantes em se locomover e a gente tem um sistema que é robusto o suficiente para diminuir consideravelmente esse problema”, explica.

Para a diretora de Inovação da Feevale, Daiana de Leonço Monzon, é essencial que empresas grandes, como a Renault, lancem tais desafios para que a Feevale, como instituição de ensino, proponha que seus estudantes pensem em soluções e saiam mais preparados para o mercado de trabalho. “Desafios como esses fazem com que os nossos estudantes se relacionem com a prática e desenvolvam soluções de problemas reais para uma empresa real. A experiência de todo o processo vai valer muito mais do que qualquer dinheiro que eles possam ganhar com um projeto como esse”, fala.

No desafio internacional, que ocorrerá no dia 4 de outubro, os estudantes concorrerão a um prêmio de 30 mil euros, além de passagens para participar do Consumer Electronics Show, grande evento de inovação automobilística que ocorrerá em janeiro de 2020, em Las Vegas, Estados Unidos.

Como os cadeirantes encontram o carro?

Segundo Machado, a equipe criou um sistema para que o usuário de cadeira de rodas possa alugar o carro. Os cadeirantes têm uma taxa reduzida para ser locatária do veículo e não possuem a necessidade de se deslocar até onde o carro estará. “Mapeamos pontos estratégicos de Porto Alegre e Novo Hamburgo para propor essa solução. Os carros estarão sempre perto de rodoviárias, do aeroporto, das estações de trem, entre outros. O Twizy é um veículo para duas pessoas, pequeno, leve e utiliza apenas energia elétrica como forma de transporte”, ressalta.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios