Porto AlegreRS

Porto Alegre: Santas Casas da Misericórdia em debate

Curso será realizado de 3 a 7 de junho e terá como ministrante a Prof. Drª. Maria Marta Lobo de Araújo, da Universidade do Minho, de Portugal

A perspectiva histórica das Santas Casas da Misericórdia em diversos países, a partir das origens em Portugal e seus desdobramentos até os dias atuais, estará em debate entre os dias 3 e 7 de junho. O curso As Santas Casas da Misericórdia: Diálogos entre o Passado e o Presente será realizado no Centro Histórico-Cultural da Santa Casa das 17h30 às 19h30 e as inscrições devem ser feitas através do site www.centrohistoricosantacasa.com.br.

maria marta.lobo de ara jo - Porto Alegre: Santas Casas da Misericórdia em debateO curso será ministrado pela Prof. Drª. Maria Marta Lobo de Araújo, Professora Associada com Agregação do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, de Portugal. Colaboradora do Centro de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa e membro da Academia Portuguesa de História, a professora desenvolve investigação sobre a História das Misericórdias e da História Religiosa da Época Moderna. Além disso, tem integrado e dirigido projetos de investigação nacionais e internacionais, possui vários trabalhos publicados em Portugal e no estrangeiro e muitas obras premiadas.

Publicidade

O objetivo do curso As Santas Casas da Misericórdia: Diálogos entre o Passado e o Presente será conhecer o desempenho destas importantes organizações, desde a sua criação até aos nossos dias; discutir a sua implantação e funcionamento em diferentes contextos e demonstrar a sua pertinência e atualidade nas sociedades em que estão inseridas.

SERVIÇO:
O que:
curso As Santas Casas da Misericórdia: Diálogos entre o Passado e o Presente
Quando: 3 a 7 de junho de 2019, das 17h 30 às 19h30
Onde: Sala de Ação Educativa/2º piso do CHC Santa Casa (Avenida Independência, 75 – Porto Alegre)
Público alvo: funcionários da Santa Casa de Misericórdia, acadêmicos de História e ciências afins, e interessados.
Número de vagas: 50
Investimento: para funcionários da Santa Casa de Misericórdia – R$ 10,00 (com certificação); para a comunidade externa – R$ 60,00 (com certificação).
Inscrições: www.centrohistoricosantacasa.com.br
Coordenação do Curso: Drª Véra Lucia Maciel Barroso (Historiadora do CHC)

Programação detalhada:

Publicidade

Dia 3 de junho: 1ª sessão – “A origem das Misericórdias: os contextos, os compromissos e os privilégios”
Nesta sessão, pretende-se dar a conhecimento e evolução das Santas Casas, quer na metrópole, quer no império e constatar a forma como foram acarinhadas pela Coroa e aceites pelas populações locais, sublinhando-se os contextos em que foram erigidas. Os compromissos e os privilégios serão discutidos. Abordaremos ainda a questão do Purgatório, o envolvimento das populações, os benfeitores e o apoio do Estado na prossecução dos seus objetivos.

Dia 4 de junho: 2ª sessão – “A memória escrita das Santas Casas: os arquivos e a documentação”
Pensar as Misericórdias é pensar a sua memória escrita e na importância desta para a construção histórica. O debate terá como linhas definidoras a composição dos principais núcleos documentais destes arquivos, mas igualmente a sua conservação e utilização. Analisaremos ainda as diferentes conjunturas e a ação dos homens na conservação deste importante património.

Dia 5 de junho: 3ª sessão – “O funcionamento interno: os irmãos, as eleições e os órgãos de gestão”
Debateremos o funcionamento interno das Santas Casas, destacando a sua composição e as mudanças ocorridas na longa duração, quer no que diz respeito à categoria dos irmãos, quer em termos de órgãos gestores e de eleições. Assim, refletiremos sobre o numerus clausus e o seu desaparecimento, a presença de homens e a entrada das mulheres, mas igualmente as alterações na composição dos órgãos de gestão. Destacaremos ainda o papel das elites nestas instituições e o percurso de alguns homens.

Dia 6 de junho: 4ª sessão – “Os serviços da caridade e os tempos de mudança”
Nesta sessão, analisaremos as 14 obras de misericórdia, destacando principalmente as corporais. É nosso objetivo dar a conhecer as práticas das obras de misericórdia em diversos contextos e ao longo do tempo, discutindo a sua representatividade em termos de recursos financeiros. A propósito de algumas delas, apresentaremos os assalariados e as suas funções.

Dia 7 de junho: 5ª sessão – “Os símbolos e os momentos de celebração: as Santas Casas em festa”
Para terminarmos este curso livre, abordaremos os símbolos e os momentos de celebração das Santas Casas. Será tempo de analisar o seu património material e imaterial e as suas marcas definidoras. As suas igrejas, sacristias, capelas, hospitais, recolhimentos, museus, centros de memória, entre outros equipamentos, serão analisados, sublinhando-se o poder e o prestígio alcançados. As festas promovidas ou em que participaram ou participam constituirá outra vertente de análise.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios