DestaqueSerra Gaúcha

Caxias do Sul tem 32 focos do mosquito Aedes aegypti 

Subiu para 32 o número de criadouros do mosquito Aedes aegypti encontrados em Caxias do Sul. Os dois últimos focos do inseto responsável por transmitir dengue, zika vírus e febre chikungunya foram localizados no bairro Centenário, durante visitas de rotina, pelos agentes de combate às endemias. As larvas estavam em uma residência, dentro de um pneu, e em um estabelecimento comercial, em uma fonte.

Daiana Souza da Silva, coordenadora da Vigilância Ambiental, faz um apelo para que a população faça sua parte para combater o Aedes. “Temos, neste ano, quase o dobro do número de criadouros registrados em 2018. Precisamos que a comunidade se conscientize que sua participação é fundamental para a prevenção da proliferação do inseto. Tudo que possibilita o acúmulo de água deve ser eliminado ou devidamente higienizado com regularidade”, diz.

Ao todo, 11 bairros ou loteamentos do município concentram os focos do Aedes. São eles: Alvorada (07), Bela Vista (01), Centenário (05), Desvio Rizzo (01), Esplanada (08), Mariani (01), Presidente Vargas (02), Salgado Filho (01), Santa Lúcia Cohab (04), Santa Lúcia (01) e Nossa Senhora das Graças (01).

Dicas de prevenção

– Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;
– Recolher o lixo do pátio;
– Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela Codeca;
– Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva; ou encaminhar ao Ecoponto da Codeca (tem custo de R$ 1,65 por pneu, para o morador que entregar o pneu seco na Codeca);
Tampar caixas d’água;
– Colocar telas milimétricas em caixas d’água descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos;
– Limpar as calhas;
– Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;
– Eliminar os pratinhos das plantas.

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios