Serra Gaúcha

Gramado quer mais segurança com ampliação de videomonitoramento

O projeto para ampliação do videomonitoramento em Gramado foi apresentado pelo secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo, na sexta-feira, 28, na sede do 1º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPAT).

O prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), o tenente-coronel Gilson Wagner, o major André Lima, a capitã Cláudia Maldaner, o diretor de Trânsito Milton Szimeski e o presidente do Movimento Comunitário de Combate à Violência (MOCOVI), Sandro Bazzan, acompanharam a exposição de Quevedo.

O projeto básico prevê a aquisição de 35 câmeras Bullet IP Varifocal, seis câmeras LPR (leitura de placas) e licenças dos softwares, contratação de serviços de transporte de dados e de manutenção preventiva. O investimento estimado é de R$ 540 mil (dos quais R$ 80 mil de emendas impositivas da Câmara Municipal e R$ 460 mil do Executivo).

Segundo a projeção, 11 novos pontos de videomonitoramento (ver relação abaixo) serão criados e, somados aos atuais 13 instalados na cidade, totalizarão 24 equipamentos de apoio à segurança pública.

ampliação de videomonitoramento em Gramado 1 - Gramado quer mais segurança com ampliação de videomonitoramento
Presidente do Movimento Comunitário de Combate à Violência (MOCOVI), Sandro Bazzan; major André Lima; prefeito Fedoca Bertolucci; tenente-coronel Gilson Wagner; secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo.

De acordo com o secretário Quevedo, os estudos para a ampliação do videomonitoramento em gramado começaram a ser desenvolvidos em 2017. Agora, segundo ele, o início da instalação dos equipamentos depende do processo licitatório.

“A licitação já foi aberta. Transcorrendo tudo bem, acredito que no prazo de três meses os novos equipamentos serão disponibilizados para o controle e comando da Brigada Militar”, explicou.

Conforme o prefeito Fedoca Bertolucci, os investimentos em saúde, educação e segurança são compromissos de seu governo e a apresentação do projeto de ampliação do videomonitoramento mostra isso.

“Nunca é desperdício e a ação preventiva evita aqueles resultados (negativos). É melhor trabalhar para colocar uma criança numa faculdade do que num presídio. Desse modo, a gente faz um esforço para melhorar as condições das nossas forças de segurança”, disse Bertolucci.

O prefeito também lamentou a violência envolvendo os soldados Marcelo de Fraga Feijó, 30 anos, e Rodrigo da Silva Seixas, 32 anos, mortos por criminosos durante uma ação policial em Porto Alegre na quarta-feira, 26.

Para o comandante do 1º BPAT, tenente-coronel Wagner, o projeto de expansão do videomonitoramento em Gramado faz parte do contexto do policiamento comunitário, unindo numa mesma causa o Executivo, o Legislativo e a comunidade.

“O projeto é para a sociedade. Tudo é para o povo. Nós somos simplesmente policiais. Nossa função é cuidar do povo. Quando nós temos pessoas que ajudam, nós ficamos emocionados e acreditando que tem jeito”, exaltou o comandante do 1º BPAT, destacando a positiva participação do presidente do Mocovi, Sandro Bazzan.

NOVOS PONTOS

RS 373 (Várzea Grande – Serra Grande); RS 115 (com Faustino Rissi); Rua Emilio Leobet (com Rua D’Artangnan de Oliveira); Avenida Borges de Medeiros (imediações do Corpo de Bombeiros); Estrada da Linha Bonita (com Rua Antônio Benetti Sobrinho); RS 235 (pórtico); Rua Casa da Juventude (com Rua Vinte e Cinco de Julho); Praça Isaías Elias de Moura (imediações do CAIC); Praça do Complexo Esportivo Ernesto Volk (Rua Ribeiro com Rua Farrapos); Vila Olímpica da Várzea Grande (Avenida 1º de Maio com Rua Leopoldo Tissot); Altos da Viação Férrea (Rua Alecrim com Rua Pingo de Ouro).

O secretário de Esporte e Lazer, Jacó Schaumloeffel, disponibilizou recursos do orçamento da área para a colocação de câmeras de videomonitoramento nas praças precitadas.

Os investimentos em segurança pública com recursos do Município, em 2019, anunciados pela Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana, devem alcançar R$ 815 mil.

CÂMARA MUNICIPAL

Na segunda-feira, 1º, o projeto da nova fase de videomonitoramento em Gramado foi exposto na Câmara Municipal – embora não precise de autorização legislativa, parcela do recurso tem origem a partir de emenda impositiva de vereador.

*Texto atualizado às 9h20: R$ 80 mil de emendas impositivas da Câmara Municipal de autoria dos vereadores: Dr. Ubiratã, Everton Michaelsen, Luia Barbacovi, Manu da Costa, Professor Daniel, Renan Sartori, Rosi Ecker Schmitt e Volnei da Saúde. (RT.)

 

Etiquetas
Publicidade

Artigos relacionados

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios