DestaqueVariedades

Começou a temporada da aurora boreal na Noruega

A aurora boreal é um dos fenômenos mais belos da natureza. Ela pode ser observada ao redor do mundo, em regiões próximas ao Círculo Polar Ártico. Sua ocorrência se dá a partir do outono, no final de setembro, mas com maior probabilidade e intensidade entre os meses de novembro e março. Ir à caça da aurora boreal pode ser uma bela aventura, especialmente na Noruega. Durante esta temporada, está disponível uma grande variedade de atividades como expedições fotográficas, passeios de caiaque, de snowmobille, de trenó ou até mesmo a cavalo. Em toda a região norte da Noruega é possível avistar a aurora boreal. Alguns dos principais destinos turísticos que oferecem essa experiências são as cidades de Alta, Bodø e Kirkenes, as Ilhas Lofoten e Svalbard e a região do Cabo Norte (ponto mais ao norte da Europa, localizado na ilha de Magerøya).

Capital da aurora boreal

Publicidade

Na Noruega está localizada Tromsø, conhecida como a capital da aurora boreal. A cidade está a 350 quilômetros ao norte do Círculo Polar Ártico e é a maior da região norte do país. Por lá, as chances de presenciar o fenômeno da aurora boreal são altas e o grande diferencial é que os visitantes podem ter essa experiência com toda estrutura e conforto. O acesso a Tromsø é muito simples, lá está um dos principais aeroportos do país, que recebe voos diários de inúmeras cidades norueguesas e também de capitais europeias.

Hurtigruten

Na Noruega, é possível ter a experiência de observar a aurora boreal a bordo de um navio. A empresa Hurtigruten oferece um percurso de 12 dias durante o inverno que vai à caça das luzes. E, de quebra, os viajantes ainda passam pelas belíssimas ilhas de Vesterålen e Lofoten, além de cidades como Bergen, Ålesund, Trondheim e, claro, Tromsø. Se os passageiros não conseguirem ver o fenômeno neste trajeto, a empresa oferece outro cruzeiro gratuitamente.

Publicidade

Povo Sami

Na região norte da Noruega, onde acontece o fenômeno da aurora boreal, é também onde residem os Samis, povo indígena da Lapônia. Além de conhecê-los de perto e aprender mais sobre suas tradições, os turistas ainda podem embarcar em um passeio guiado por eles, a bordo de um trenó puxado por renas. Os Samis conhecem como ninguém a região e, além de divertida, essa pode ser uma ótima experiência cultural.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar