Moda & Beleza

Renner apresenta seu alto verão 2020

A Renner fez a apresentação das peças de alto verão 2020 na segunda-feira (30), no Átrio do Museu
do Amanhã, no Rio de Janeiro. A coleção criada pelo time de Estilo e Produto da marca foi apresentada por meio de uma parceria inédita com o diretor criativo Giovanni Bianco, que assinou a programação visual do desfile. Com styling de Thiago Ferraz, o evento levou convidados e imprensa – do Brasil, Argentina e Uruguai – para uma experiência única e imersiva.

O desejo de uma estação mais orgânica foi manifestado para o público por meio de 85 looks,
projeções visuais, trilha sonora de Max Blum e performance da cantora e compositora
pernambucana Duda Beat – fenômeno da música brasileira.

Publicidade

Traduzindo para a passarela a habitual diversidade de estilos da Renner, o stylist Thiago Ferraz
conectou em três momentos as principais tendências da coleção. O desfile iniciou com um mood
mais sofisticado e resort, passou pelo frescor das ruas, através do jovem, urbano e pop, e
encerrou com a força do branco. Peças específicas mostraram a força do natural e tropical
durante toda a apresentação.

O primeiro momento do desfile trouxe referências ao romantismo cheio de frescor latino – que
é tendência forte nesta estação. A alegria e força da mulher brasileira, da América do Sul, está
simbolizada na combinação de cores. Acentos de tons pastel se misturam com ácidos, cáquis,
terrosos e neutros. Tecidos mais rústicos e naturais como linhos, viscoses e telas em algodão
transferem leveza para as produções que bebem na fonte de um brejeiro-rústico.

A estética latina e caliente também está representada em cores vibrantes como rosa, vermelho,
amarelo e em vestidos longos e saias com babados fluidos, camadas, mangas bufantes, recortes
mais quadrados e cangas usadas como pareôs. Conjuntos de blazers e bermudas trazem um
posicionamento mais relax para esse movimento. Entre os acessórios, os naturais estão com
tudo, com destaque para os chapéus, bolsas de palha, sandálias minimalistas em cores neutras
e pastel.

Publicidade

Para os homens, nesse momento, as produções transitam por nudes e neutros mesclados com tons pastel ácidos e neons. Nas estampas, tropicalismo e florais estão presentes, assim como listras verticais e conjuntos de alfaiataria.

O bloco mais pop e contemporâneo da apresentação trouxe a presença marcante da diversidade de estilos. A década de 90 permeia a coleção desde peças mais escuras e transparentes, do urbano e streetwear até uma explosão de cores e mistura de padronagens.

Cores fortes como laranja, amarelo e pink flúor gritam e mesclam com estampas tropicais, tecnológicas, florais românticas, animal prints e tie-dye. A brincadeira segue com a soma dos desenhos de cartoon. Moletom, nylon, tactel e jeans patchwork se misturam com peças de tecidos mais leves. Conjuntos, vestidos, bermudas e
macacões se destacam, assim como a inclusão do beachwear aos looks. Algumas propostas de
styling apresentadas na passarela apostam em sobreposições, meias coloridas com tênis, maiôs
usados no look do dia a dia, mix de prints e acessórios.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar