Polícia

Cartão de idosa era usado por donos de clínica geriátrica em Porto Alegre

Na manhã desta quarta-feira (06), a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Proteção ao Idoso (DPPI), do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV), cumpriu quatro mandados de busca e apreensão em investigação ao crime de apropriação indébita na Capital. Os proprietários de uma geriatria da Zona Sul são suspeitos de utilizarem o cartão de uma das idosas residentes para saques e compras, atingindo um prejuízo de aproximadamente 100 mil reais para a vítima.

De acordo com a delegada Cristiane Pires Ramos, nas notas das compras constam pelo menos quatro televisores, 3 fornos micro-ondas, vestimentas, cosméticos e produtos de supermercados consumidos na própria clínica. “Também foi adquirido no cartão da vítima material de construção. Na ação, foram recuperados dois televisores e dois micro-ondas. As televisões estavam instaladas na casa de um dos proprietários”, ressaltou a delegada.

Publicidade

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar