DestaquePorto Alegre

CDL POA mapeou perfil do consumidor gaúcho inadimplente

A CDL Porto Alegre, em parceria com entidades do varejo gaúcho, atendeu 7.964 consumidores em mais de 50 cidades do Estado entre os dias 28 de outubro e 1º de novembro, e traçou o perfil do gaúcho que quer sair da inadimplência. Em cinco dias úteis, foram aferidos 17.047 registros de negativações (dívidas registradas), cerca de dois registros de dívidas por CPF consultado (duas dívidas por pessoa) e uma média de 1.593 atendimentos por dia. Ao todo, foram encaminhados mais de R$ 6,3 milhões em débitos para negociação com as empresas credoras.

Segundo pesquisa da CDL POA, no banco de dados da Boa Vista SCPC, a maior parte do público inadimplente que deseja negociar suas dívidas é do sexo feminino, tem entre 35 e 39 anos, está na classe C2 (aqueles que recebem entre um e dois salários mínimos), opta por parcelamentos com valores superiores ao que consegue pagar e costuma comprar mais no cartão de crédito parcelado do que à vista.

Publicidade

Em Porto Alegre, o Super Feirão Zero Dívida atendeu 2.903 pessoas, com 6.240 registros de negativações (dívidas registradas) e uma média de dois registros por CPF (duas dívidas por pessoa), com mais de R$ 2,3 milhões em dívidas encaminhados para negociação. A ação se estende até o dia 8 de novembro, e os valores serão atualizados durante o período.

Veja o perfil do gaúcho que quer sair da inadimplência:

– Mulher (54%);
– 35 a 39 anos (mais de mil pessoas);
– Classe C2 – um a dois salários mínimos (55%);
– Está regular na Receita Federal (99%);
– Adere a parcelamentos com valor superior ao que consegue pagar (16%);
– Propensão ao consumo de crédito (51%);
– Costuma comprar mais no cartão de crédito parcelado do que a vista (71%);
– Não possui sociedade em empresa (71%);
– Não é servidora pública (99%); – Não é beneficiária de Bolsa Família (96%);
– Prioridade de pagamento das contas de água e luz;
– Maiores dívidas são com instituições financeiras.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar