DestaqueEsportes

Paratletas de Rio Grande conquistam medalhas

Delegação já ganhou medalhas de ouro, prata, bronze e estabelece recorde em prova nas Paralimpíadas Escolares 2019

Alunos do projeto Paradesporto, da Secretaria de Município de Educação (SMEd), estão entre os componentes da delegação que representa o Rio Grande do Sul nas Paramlimpíadas Escolares. A edição de 2019 acontece de 18 a 22 de novembro, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP). No dia 18 a equipe rio-grandina embarcou para São Paulo, com a seguinte composição: Keimilyn Amaral (EMEF Helena Small), Natálya Siqueira (EMEF Frederico Ernesto Buchholz), Matheus da Gama (EMEB Carmen Regina Teixeira Baldino), Rhuan Duarte (Escola de Educação Especial José Alvares de Azevedo) e Bruna Gonzales (EMEF Peixoto Primo), no Atletismo; e Aaron Bonilla (EMEF Dolores Garcia) no Futebol de 7. Os(as) atletas foram acompanhados pela professora Dinair França. A equipe garantiu a vaga na competição através da participação no Paracergs. As Paralimpíadas Escolares são consideradas o maior evento mundial para pessoas com deficiência.

KEIMILYN AMARAL: Recordista brasileira no Arremesso de Peso da Escola Helena Small Crédito: Dinair França

Ao final da quinta-feira, segundo dia oficial dos jogos, os paratletas rio-grandinos já colecionam conquistas históricas e se tornaram destaques nas Paralimpíadas. A Keimilyn Amaral ganhou o prêmio máximo da modalidade em que competiu, Atletismo. Ela foi Medalha de Ouro no Arremesso de Peso Sub-16 e é a mais nova recordista do campeonato com o resultado alcançado. A estudante foi também Medalha de Prata nos 75 e 250 Metros Sub-16.

Também na modalidade Atletismo, a Bruna Gonzales levou a Medalha de Prata nos 100 e 400 Metros Sub-18 e a Medalha de Prata no Arremesmo de Peso Sub-18. O Rhuan Duarte foi Medalha de Ouro no Arremesso de Peso Sub-18, Medalha de Bronze nos 100 Metros Sub-18 e Medalha de Ouro no Lançamento de Dardo Sub-18. Já o Matheus da Gama conquistou Medalha de Ouro no Arremesso de Peso Sub-16, o 4º Lugar nos 75 Metros Sub-16, o 5º Lugar nos 250 Metros Sub-16 e a Natálya Syqueira foi Medalha de Bronze nos 250 Metros, além de 4º Lugar no Arremesso de Peso Sub-16.

A equipe gaúcha de Futebol de 7, da qual o atleta Aaron Bonilha faz parte, não competiu devido a problemas com a classificação funcional de alguns atletas. Isso também aconteceu com outras seleções. As seleções decidiram, então, realizar um torneio paralelo e o time do Rio Grande do Sul ganhou os dois jogos contra os estados de Goiás e Mato Grosso do Sul.

As competições das Paralimpíadas Escolares seguem até esta sexta-feira (22). No total, mais de 1,2 mil estudantes participam dos jogos, em 12 modalidades diferentes: atletismo, basquete em cadeira de rodas (formato 3×3), bocha, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, natação, parabadminton, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

Projeto Paradesporto em Rio Grande

O Paradesporto, da Secretaria de Educação, objetiva oportunizar o acesso à prática regular de esporte educacional, na modalidade atletismo, como forma de inclusão social e construção da cidadania das crianças, jovens e adultos com deficiência, na cidade do Rio Grande. A ação começou através da Coordenadoria da Pessoa com Deficiência, sendo pensada e planejada pela Assessoria de Educação Física da Secretaria de Município da Educação (SMEd), sob a coordenação do professor Felipe Motta e da Assessora Pedagógica de Educação Física, professora Leontine Lima dos Santos.

As atividades esportivas desenvolvidas nos encontros acontecem na Praça Saraiva, nas quartas e sextas-feiras, e têm por base a Metodologia do Esporte Educacional, conforme as regras do Atletismo Paralímpico.

Posts relacionados

Botão Voltar ao topo