DestaqueRio Grande do SulSanta Catarina

Erechim divulga vencedores do Festival de Teatro Âmbito Estadual

Erechim viveu durante oito dias as emoções encenadas no palco do Centro Cultural 25 de Julho, com a realização do Festival de Teatro de Erechim, Âmbito Estadual, numa realização da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo em parceria com o Instituto Estadual de Artes Cênicas.

Publicidade

Concorreram 20 peças divididas nas categorias adulto e infantil que contou com a participação de grupos teatrais do Estado, Santa Catarina e Argentina. As peças que estiveram em Erechim foram selecionadas nas etapas regionais.

Entre os avaliadores presentes, Adriane Mottola, Alexandre Vargas, Viviane Juguero, Camilo de Lélis, Néstor Monasterio e Jessé Oliveira.

Resultado das premiações:

Premiação na categoria teatro infantil

Melhor maquiagem: Jadson Silva (Dom Quixote)
Melhor trilha musical: Cia Era uma Vez (Lua de renda)
Melhor cenografia: Marlon Brito e Marcelo Barreto (Lua de renda)
Melhor figurino: Marlon de Brito (Lua de renda)
Não houve premiação na categoria iluminação
Melhor ator coadjuvante: Marcelo Barreto (Lua de renda)
Melhor atriz coadjuvante: Ludmila Maioli (Lua de renda)
Melhor ator: Jadson Silva (Dom Quixote)
Melhor atriz: Gabriele Tarouco (Lua de renda)
Melhor texto original: Marlon Brito (Lua de renda)

Melhor direção: Marlon Brito (Lua de Renda)
Prêmio especial do júri:
A comissão avaliadora decidiu, por unanimidade, conceder o prêmio especial do júri ao espetáculo VIDA SECA, da Cia Etcetera I Tal Manipuladora de Formas
Melhor espetáculo: Lua de renda

Premiação na categoria teatro adulto

Melhor maquiagem/caracterização: Fernanda Hirt (O ferreiro e a morte)
Melhor trilha musical: Joana Orth (Filhas do sal)
Melhor cenografia: Jardel Rocha (Filhas do sal)
Melhor figurino: Dirce Orth (Filhas do sal)
Melhor iluminação: Fabiana Santos (Teima filho, teima que dá)
Melhor ator coadjuvante: Will Dias (Os sete gatinhos)
Melhor atriz coadjuvante: Mirta Buseghin (Una de culpas)
Indicados para melhor ator: Julio Cesar Aranda (Os sete gatinhos)
Melhor atriz: Edelweiss Ramos (OLGA)
Melhor texto original: Pedro Bertoldi (Filhas do sal)
Melhor direção: Hernan Sfiligoy (Una de culpas)

Prêmio especial do júri:
A Comissão avaliadora dos espetáculos adultos decidiu, por unanimidade, conceder o prêmio especial do júri ao GRUPO TEATRAL SINCRÔNICOS de Erechim como estimulo a continuidade e aprofundamento do trabalho teatral.
Melhor espetáculo: Una de Culpas do Estúdio Teatro de Corrientes / Argentina

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.