Porto AlegreVariedades

Exposição “Memória e Resistência” no Museu Julio

Vivências com povo Mbyá Guarani celebram a mostra

O Museu Julio de Castilhos (MJC) realiza na próxima quarta-feira (4) uma série de atividades, gratuitas e abertas ao público, complementares à exposição “Memória e Resistência”, que está em cartaz no museu. Representantes do povo Mbyá Guarani participarão de rodas de conversa, exibição do filme “Nhemonguetá”, exposição e venda de artesanato e, ainda, de um plantio simbólico do Avaxi Etei’i, o milho guarani. A vivência acontece das 10h às 12h e das 13h30 às 15h40, na sede do MJC, Av. Duque de Caxias, 1205, Centro Histórico, em Porto Alegre.

“Para nós, do Museu Julio de Castilhos, é um momento muito significativo, pois montamos um trabalho que se desenvolve com a participação da comunidade Mbyá Guarani, trazemos eles para discutir e manter a troca de saberes que vem embasando esta mostra desde o seu início e que se reforça a partir desta nova etapa”, afirma Doris Couto, diretora do museu.

Publicidade

Promovido em parceria com o Programa de Apoio às Comunidades Mbya Guarani da BR116/RS, da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu), com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), o encontro intercultural pretende validar e debater a mostra em cartaz, reforçando a participação da comunidade nas atividades relacionadas.

Fruto de parceria junto à Comunidade da Aldeia Jataí’ty (Viamão-RS), o encontro contará, também, com o momento especial de plantio de Avaxi Etei’i – o Milho Guarani – conduzido pela liderança Jaime Vherá Guyra, no jardim do Museu Julio de Castilhos.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar