DestaquePorto Alegre

Voluntários se inscreveram para proteção animal em Porto Alegre

A Diretoria Geral de Direitos Animais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (DGDA/Smams) de Porto Alegre promoveu ontem (13) as inscrições para o Chamamento Público do Cadastro de Protetores e Entidades Protetoras de Animais que irão dispor dos serviços da Unidade de Saúde Animal Victória (Usav) entre fevereiro de 2020 e janeiro de 2021. Ao total, 79 voluntários se inscreveram e optaram por uma das modalidades: atendimento médico veterinário a animais (modalidade 1) ou participação de protetores no evento Brechocão (modalidade 2).

A publicação das inscrições habilitadas ocorrerá nesta quinta-feira (16), com abertura de prazo para recursos entre os dias 17 e 23. Já a homologação da lista definitiva está prevista para o dia 27. O agendamento para castrações (lote 1) será entre os dias 28 e 30 e o recebimento de protocolos para atendimento a partir de 1º de fevereiro. O edital com o regulamento e o formulário de inscrição foi publicado em 18 de dezembro no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa).

Publicidade

Os inscritos para a modalidade 2, evento Brechocão, que não forem contemplados no sorteio serão automaticamente incluídos no cadastro de atendimento médico-veterinário da DGDA. Deste modo, nenhum protetor habilitado ficará fora do cadastramento. A secretária adjunta, Viviane Diogo, afirma que, com estas ações, a secretaria contribui para a redução da população animal em situação de abandono com apoio ao trabalho de entidades e protetores independentes.

Dentro da modalidade relativa aos atendimentos médicos veterinários aos animais dos protetores, os serviços serão realizados sempre às quartas-feiras, agendados pelo telefone 156. Os atendimentos serão feitos por ordem de solicitação de protocolo. Entre fevereiro de 2020 e janeiro de 2021, serão disponibilizados 1.785 procedimentos, sendo 1.275 esterilizações cirúrgicas e 510 atendimentos médicos-veterinários, sem internação.

Brechocão – O Brechocão será realizado no segundo ou, em caso de mau tempo, no terceiro domingo de cada mês, no Parque Farroupilha. A renda obtida pelos cadastrados será revertida para custear atendimento veterinário, medicamentos, albergagem e alimentação para animais por eles tutelados. Também deverão informar o valor total arrecadado por evento, com cópias das notas fiscais correspondentes aos gastos, bem como um relatório resumido das atividades desenvolvidas para a causa animal no respectivo mês (número de esterilizações, consultas clínicas, albergagens e outros).

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar