DestaqueSão Leopoldo

Tintim, o cão deficiente e abandonado ganha um novo lar

Depois do episódio do duplo abandono do Tintim, ocorrido no início de janeiro em São Leopoldo, o cãozinho especial, que ficou famoso e mobilizou centenas de candidatos a adoção, ganhou um novo lar.
Através de um processo rigoroso de entrevistas, quatro famílias foram pré-selecionadas pela Secretaria Municipal de Proteção Animal (Sempa) e tiveram seus dados encaminhados para a análise jurídica do caso.

Após a definição, uma nova família que reside na região metropolitana de Porto Alegre, e preencheu os requisitos do processo, passou a ter a guarda temporária, com acompanhamento da equipe técnica da Sempa. A nova morada servirá de lar temporário até a definição permanente da adoção. O endereço e a identidade da nova família não serão divulgados devido ao processo legal e pela preservação do bem-estar do animal e da própria família.

Para o secretário de Proteção Animal, Anderson Ribeiro, o procedimento foi cuidadoso. “O processo envolve toda uma questão judicial em virtude do abandono, além de uma disputa da antiga tutora e toda a repercussão popular do caso, inclusive em escala internacional. Foi um procedimento que demandou extrema atenção. Pela característica física do pet acrescentamos algumas perguntas ao questionário padrão de adoção, especialmente com relação ao piso da casa do adotante”, destacou Ribeiro.

Somos 6 mil Timtins

O abandono do Timtim ganhou espaço na imprensa nacional e nas mídias sociais de celebridades, criando uma onda de interessados na adoção, além de servir como um processo de conscientização e alerta para as pessoas refletirem sobre a adoção responsável. Com o fato, a Prefeitura deu visibilidade a outros animais que aguardam por um lar. A Campanha #somos6milTintins mobilizou a adoção por outros cães em situação parecida. “A gente não quer que o Tintim simbolize abandono e sim conscientização. Dessa comoção veio a ideia. Por que não adotar o animal que está na sua rua?”, explicou o titular da Sempa.

Janeiro fechou com a adoção de 37 cães do canil, muitos com deficiência. Desde 2017 a Sempa contabiliza mais de 650 adoções responsáveis. Interessados em adotar podem fazer contato com a Secretaria pelo telefone 3592.9981 e agendar uma visita ao canil.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo