Serra Gaúcha

Canela amplia programa de castração

O programa de castração, promovido pela Secretaria de Saúde de Canela, teve seu contrato ampliado. Com isso, o valor investido chega a R$ 22,5 mil mensais e firma convênio com três clínicas veterinárias. “Vai aumentar, em média, 50% o número de castrações por mês”, prevê o médico veterinário Rodrigo Azambuja, da Vigilância Ambiental.

Publicidade

Antes, com duas clínicas conveniadas, o Município destinava R$ 15 mil para o programa e castrava entre 100 e 110 pets. “Mesmo em meio à pandemia, com recursos bem mais concentrados para isso, conseguimos ajustar esse aumento”, diz o secretário municipal de Saúde Vilmar Santos.

Em 2020, houve 450 castrações. O preço por cirurgia varia conforme o tamanho e o sexo do animal e o uso de materiais para cada procedimento, com custo maior para as fêmeas. Para uma cadela de até 10 quilos, o Município desembolsa R$ 139,08, enquanto que a cirurgia em uma gata custa R$ 104,31. Para o cão até 10 quilos, gasta-se R$ 91,27 e R$ 65,19 para um felino macho.

A primeira cirurgia de castração pelo Município aconteceu no dia 30 de março de 2010. Desde 2019, os animais castrados recebem um microchip, conforme exigência do Conselho Nacional de Medicina. Com isso, é possível identificar ocorrências de abandono e responsabilizar o infrator.

Para cadastrar-se no programa, o dono do animal preenche uma ficha na Vigilância Ambiental (rua João Pessoa, nº 336) ou nas unidades básicas de saúde. A fila de espera pode levar cinco meses.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.