NegóciosPelotas

Prefeitura de Pelotas interdita estabelecimentos

Fiscalização no comércio é intensificada na região central. Estabelecimentos que não estavam cumprindo as regras de distanciamento do Estado e do Município foram interditados

Os estabelecimentos comerciais do Centro de Pelotas, de produtos não essenciais, que mantinham as portas abertas ao público, descumprindo as determinações de distanciamento controlado, impostas pela bandeira vermelha, e dos decretos municipais, foram fechados e receberam o lacre de interdição na manhã desta sexta-feira (10). A ação de fiscalização, coordenada pela Prefeitura, contou com o apoio da Brigada Militar (BM) e da Guarda Municipal (GM).

Publicidade

Secretário de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU), Jacques Reydams destaca que os objetivos são o impedimento de aglomerações e a redução da propagação do coronavírus.

“Nossa fiscalização está atuante. Pedimos compreensão para que os conflitos sejam evitados. Orientamos para minimizar incertezas e para que as restrições sejam cumpridas. O comércio não essencial estará liberado à retomada das atividades a pleno, quando voltar a flexibilização, a partir de uma troca de bandeira que sinaliza o potencial de risco”, explica Reydams.

Fiscais da Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana fecham as portas do comércio não essencial ─ Fotos: Rodrigo Chagas

A chefe do Setor de Obras e Atividades do órgão municipal, Alice Delpino, lembra que, desde terça-feira (7), quando as restrições passaram a vigorar, os servidores passaram a atuar no sentido de orientar os comerciantes que mantinham a atividade funcionando. “Não surtindo efeito em muitos casos, partimos para uma ação de maior impacto.”

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.