Porto AlegreVariedades

Ospa Live deste sábado apresenta Villa-Lobos, Shostakovich e Saint-Saëns

Um repertório eclético, que transita da Era Romântica à obra do maior compositor brasileiro, é destaque na 12ª edição do Ospa Live. No sábado (18/7), às 17h, o duo formado pelo músico da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) Tácio César Vieira (violoncelo) e pelo convidado Ricardo Bahamondez (piano) sobe ao palco da Casa da Ospa com um programa diversificado. A dupla destaca obras de Dmitri Shostakovich (1906-1975) e Sergei Rachmaninoff (1873-1943), além de O canto do cisne negro, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959), e sua inspiração, O cisne, de Camille Saint-Saëns (1835-1921). O recital é transmitido ao vivo pelo canal da orquestra no YouTube e conta com a direção artística do maestro Evandro Matté.

Publicidade

O projeto da Ospa busca conciliar isolamento social com cultura durante a pandemia do novo coronavírus. Aos sábados, às 17h, são realizados recitais, com número reduzido de músicos, diretamente da Sala Sinfônica. As exibições ocorrem sem a presença física do público. Os eventos seguem criteriosamente todas as medidas de prevenção contra a Covid-19 adotadas pelo governo do Estado.

OSPA LIVE

Quando: 18 de julho (sábado), às 17h
Onde: ao vivo, pelo canal da Ospa no YouTube
Acesso em: bit.ly/ospalive12

PROGRAMA

Dmitri Shostakovich (1906-1975)
• Sonata em Ré menor, Op. 40
I – Allegro non troppo / Largo
II – Allegro
III – Largo
IV – Allegro

Camille Saint-Saëns (1835-1921)
• O cisne

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
• O canto do cisne negro

Sergei Rachmaninoff (1873-1943)
• Vocalise n° 12, Op. 34

APRESENTAÇÃO

• Tácio César Vieira (violoncelo)
• Ricardo Bahamondez (piano)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Seu navegador está bloqueando os anúncios deste site.

Todo o conteúdo deste portal é 100% gratuito. Os anúncios que exibimos é a forma de manter este veículo de informação independente e comprometido somente com você leitor.