Publicidade
CanoasRegião MetropolitanaVale do Sinos

Prefeitura de Canoas retoma revitalização da avenida Boqueirão

Trecho entre a BR-116 e a rua Liberdade receberá asfalto nos próximos dias

Na quarta-feira (5), a Prefeitura de Canoas retomará os trabalhos de recuperação asfáltica e revitalização da avenida Boqueirão, agora no trecho entre a BR-116 e a rua Liberdade. Nos primeiros dias, quando a obra vai se concentrar no canteiro central, não haverá interrupção total no trânsito no local, o tráfego apenas será direcionado para meia pista.

A avenida Boqueirão já havia recebido em sua outra extremidade, entre as ruas Alexandre de Gusmão e A.J. Renner, a recuperação asfáltica, no qual está localizada a rótula de entrada do bairro Guajuviras. A pavimentação da avenida é uma das prioridades do projeto de recuperação asfáltica, como pontua o prefeito Luiz Carlos Busato.

Publicidade

“Sempre falei que a Boqueirão seria uma prioridade. Sabemos a quantidade de veículos que trafegam por lá todos os dias e, por isso mesmo, logo no começo deste projeto demos prioridade a ela. Sabíamos naquela ocasião que não seria possível fazer toda, até que a obra da Corsan avançasse. Agora que a instalação da adutora avançou, estamos aqui cumprindo a nossa palavra e deixando a Boqueirão digna para quem depende dela para se locomover”, disse o prefeito.

Adutora

Quem acompanha as notícias sobre a renovação do asfalto das principais vias de Canoas sabe que a repavimentação da avenida Boqueirão, uma das prioridades desta iniciativa, dependia do avanço da instalação de uma adutora da Corsan.

Embora a instalação da adutora continue ocorrendo, a implantação no trecho entre a Liberdade e a BR-116 foi concluído, o quer possibilitou que o asfaltamento fosse retomado. Serão vários os entroncamentos da adutora necessários ao longo da avenida Boqueirão, e o avanço na implantação deles é o que vai permitir que os trechos seguintes sejam asfaltados.

Mobilidade urbana

A Prefeitura de Canoas está aplicando parte do valor do financiamento contraído pela gestão anterior para a implantação de apenas 4 km de aeromóvel em um projeto de mobilidade mais amplo, que beneficia toda a cidade. O valor atualizado, que é de R$ 223 milhões, está sendo investido na recuperação do asfalto das principais vias municipais, entre outras melhorias na cidade. É importante pontuar que o dinheiro obtido através deste financiamento só pode ser utilizado em obras de mobilidade urbana.

Com atuação paralela em várias frentes de trabalho, para viabilizar a revitalização simultânea de inúmeras vias, a Secretaria Municipal de Obras (SMO), que está à frente da empreitada, tem conseguido executar o trabalho com qualidade e agilidade.

E a tarefa de revitalizar a pavimentação não é fácil. Em muitos casos, é necessário, antes da aplicação do novo asfalto, realizar o procedimento de fresagem. Esta etapa consiste na utilização de um maquinário específico que cria ranhuras e retira grande parte do asfalto antigo, para assim permitir que o novo seja aplicado.

Ao todo, já foram recuperados cerca de 75 quilômetros de ruas e avenidas da cidade. No primeiro balanço do ano, em março, quando as obras chegaram a 40 km, já era possível identificar a recuperação de importantes vias, como o viaduto da avenida Rio Grande do Sul, a avenida Boqueirão (entre as ruas A. J. Renner e Alexandre de Gusmão), a avenida Santos Ferreira, a rua Brasil e a rua Florianópolis. Agora, depois de mais 35 km pavimentados, entram também na lista outras ruas e avenidas fundamentais, que tiveram sua pavimentação refeita desde março. Dentre elas estão as ruas Fernando Ferrari, República, Araguaia, Ramiro Barcelos e Saldanha da Gama, assim como as avenidas Farroupilha e Inconfidência.

Publicidade
Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo