Rio Grande do Sul

Venâncio Aires inicia testagem de coronavírus nos grupos de risco

Os Postos de Saúde de Venâncio Aires iniciaram nesta segunda-feira (3) a testagem sobre prevalência do novo coronavírus. Os testes rápidos estão sendo feitos em pessoas dos grupos de risco (Sintomáticos, casos suspeitos ou que tiveram contato com casos positivos, idosos, gestantes, hipertensos, diabéticos, imunossuprimidos e doentes respiratórios crônicos). A aplicação de testes rápidos exclusivamente para pessoas de grupos de risco se estende até sexta-feira (7).

Já no sábado, 8, a testagem abre para toda a população. No dia, no Pavilhão Sebastião Mártir, das 8h às 16h, será realizado o Dia D de testagem. Além deste, outros pontos estratégicos serão montados e organizados para atender a comunidade. Oito enfermeiros e oito técnicos de enfermagem, da cidade e região, foram contratados para reforçar o grupo de profissionais que atuará nas ações.

A partir de contratação emergencial, oito enfermeiros e oito técnicos de enfermagem iniciaram os trabalhos nesta segunda-feira junto às Unidades de Saúde. Durante a recepção na Prefeitura, no início da manhã, feita pelo Secretário de Saúde, Ramon Schwengber, e Prefeito Giovane Wickert, todos os profissionais que atuarão na aplicação dos testes rápidos e também na coleta de material dos exames de PCR foram testados. Todos negativaram.

A partir de segunda-feira (10), irão atuar, em duplas, de forma volante na cidade. Também na próxima semana, os testes estarão disponíveis para toda a população nas Unidades de Saúde. O primeiro lote conta com 15 mil testes. Conforme a demanda, o Município deverá realizar a compra de mais kits.

O Secretário Municipal de Saúde, Ramon Schwengber, explica que “essa ação é de suma importância para entendermos como o vírus está circulando no município e principalmente para se conseguir isolar os casos positivos para realizar o devido atendimento e para que também não se prejudique o comércio do município. Com isso, o Município de Venâncio Aires será um dos poucos municípios do país a realizar uma testagem em massa e talvez o único a testar 20% da população numa primeira remessa.”

Como funciona

Após a pessoa a ser testada responder um breve questionário, é feita a coleta de duas gotas de sangue por um furo no dedo. A amostra de sangue detecta a presença de dois tipos de anticorpos: o IgM e o IgG. O primeiro é considerado um marcador para a fase aguda da doença e começa a ser produzido entre cinco e sete dias após a infecção pelo vírus. Já o segundo é um anticorpo mais específico que permanece circulando mesmo após o fim da fase aguda, indicando que a pessoa está — teoricamente — protegida de futuras infecções provocadas por aquele patógeno.

Após a coleta do sangue, é preciso aguardar cerca de 15 minutos até obter o resultado do teste.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo