Publicidade
Porto AlegreVariedades

Rede de bibliotecas comunitárias do RS recebe a escritora Telma Pacheco Tremembé

Coletivo Beabah! realiza conversa online sobre literatura indígena

A rede de bibliotecas comunitárias Beabah! promove na quarta-feira (25) a aula pública “Literatura Indígena: como chegar ao leitor?”, com a presença da escritora e artesã Telma Pacheco Tremembé. A conversa é gratuita e ocorre no instagram da rede (@beabah.rs) às 19h.

Autora do livro “Raízes do meu ser: meu passado presente indígena”, Telma irá trazer suas narrativas e vivências enquanto escritora mulher e indígena. Quando falamos em “Literatura Como Um Direito Humano”, estamos falando de muitas literaturas, culturas e vozes, criadas não só em língua portuguesa, mas também em língua nativa, tais como os textos da Literatura Indígena.

Publicidade

A rede de bibliotecas comunitárias Beabah! existe há 12 anos, com o objetivo de descentralizar a cultura e democratizar o acesso ao livro e à leitura. Atualmente, 10 bibliotecas comunitárias integram o coletivo, espalhadas por 4 cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. Só em 2019, foi realizado o empréstimo de 6.990 livros e alcançado o número de 9.258 nas periferias das cidades que a Beabah! atua.

Sobre a convidada

Telma Pacheco Tremembé, indígena da etnia Tremembé do Ceará, escritora, artesã, contadora de histórias, mediadora de leitura pela Universidade aberta Demócrito Rocha, militante da causa indígena e da natureza.

  • Live “Literatura Indígena: como chegar ao leitor?”
  • Quando: 25 de novembro, às 19h
  • Onde: Instagram da rede Beabah! (@beabah.rs)

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo