Rio Grande do Sul

Santa Cruz do Sul inaugura Banco de Ração e Utensílios para Animais

No mês em que se comemora o Dia Municipal de Adoção, Proteção e Bem-estar Animal, Santa Cruz do Sul celebra mais uma importante conquista. A partir desta quarta-feira (31), passa a funcionar junto à Central de Recebimento de Pneus e Resíduos Eletrônicos (Crepel), o Banco de Ração e Utensílios para Animais, criado por uma lei de autoria da vereadora Bruna Molz e regulamentada no último dia 12, pela prefeita Helena.

A partir de agora, pessoas físicas ou jurídicas poderão destinar gêneros alimentícios, móveis, roupas, remédios e utensílios para atender animais que estejam sob a tutela de famílias de baixa renda, protetores independentes e ONGS ligadas à causa animal. “A lei é de 2018, porém até agora não havia um local para armazenar essas doações. A prefeita Helena encontrou uma solução e a partir de agora o banco começa a funcionar. Vamos poder aproveitar produtos que as agropecuárias não podem comercializar, devido à data de validade, mas que ainda estão em condições seguras para o consumo animal”, explicou.

ONGS

De acordo com Bruna, diariamente chegam às ONGS pedidos de ração por parte de famílias carentes. “Com a pandemia, a situação piorou muito, os pedidos agora são frequentes. As ONGs também não têm para atender essas pessoas e também estão solicitando ajuda. Ter um local apropriado para receber as doações vai ajudar muito. Além de ração, também é possível doar outros itens, como casinhas e cobertores, tão necessários com a chegada do frio”, ressaltou.

Além das doações feitas por estabelecimentos comerciais, fabricantes, pessoas físicas e jurídicas, também serão encaminhados ao Banco de Rações, produtos oriundos de apreensões efetuadas por órgãos da Administração Municipal, estadual ou federal. Já a destinação final desses mantimentos será feita com base em critérios técnicos e conforme a disponibilidade de itens angariados.

Os beneficiários dessa iniciativa serão pessoas registradas no programa de animais independentes, ONGs ligadas à causa animal e famílias cadastradas ou não por entidades assistenciais que possuam animais e que comprovem baixa ou nenhuma renda, condição de vulnerabilidade alimentar e nutricional. Para receber as doações será necessário estar cadastrado para essa finalidade.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade, Jaques Eisenberguer, o banco vai ajudar inúmeros animais e tutores de animais domésticos, que não têm condições de arcar com os custos e despesas de alimentação e outras necessidades, principalmente neste período crítico de pandemia, além de aproveitar o que muitos estabelecimentos comerciais acabam descartando.

Cadastro

Para fazer o cadastro e estar apto a receber as doações, é necessário comparecer na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade (Semass), na Rua Galvão Costa, 708, no horário das 8h às 16h, sem fechar ao meio-dia. É necessário levar CPF, RG, NIS, folha resumo de CadÚnico ou comprovante de renda para comprovar a situação de vulnerabilidade. A retirada dos produtos, mediante autorização fornecida pela Semass, será na própria Crepel, na Rua 28 de Setembro, 1707, Bairro Goiás. Mais informações pelo telefone 51 3711 8242.

Já interessados em doar, sejam pessoas físicas ou jurídicas, devem entrar em contato pelo e-mail atendimento.meioambiente@santacruz.rs.gov.br e manifestar a intenção. Por esse canal, os doadores serão orientados a como proceder e deverão preencher um pequeno cadastro.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo