Publicidade
CanoasVale do Sinos

Canoas aplica 88 multas à SOGAL por infrações dos protocolos sanitários

A Prefeitura de Canoas aplicou 88 multas à empresa SOGAL no mês de março. As penalidades foram atribuídas por infrações aos protocolos sanitários vigentes no combate à pandemia de coronavírus.

A empresa foi multada por viagem não realizada (R$ 460,00 a cada ausência), e por superlotação (R$ 1.840,00 a cada excesso de passageiros verificados nos veículos). Ao todo, os valores somam R$ 64.400 mil.

Publicidade

Desde que foram implantadas as medidas de restrição vigentes com a bandeira vermelha/preta, a Prefeitura de Canoas fiscaliza, diariamente, o transporte coletivo em Canoas.

Como a demanda de passageiros é alta, a frota de veículos da SOGAL é constantemente monitorada para que cumpra as diretrizes determinadas nos protocolos, principalmente para evitar aglomerações dentro dos veículos – que podem circular com, no máximo, 50% da capacidade.

No último dia 1º, foram acrescentadas 2 linhas de ônibus seletivos na Mathias Velho e 2 linhas no Guajuviras, ampliando a grade horária. Também a frota de ônibus convencional foi aumentada de 65 para 74 veículos.

A circulação nos momentos de maior demanda e fluxo de pessoas foi uma medida aplicada ainda no início de março, para evitar aglomerações e garantir o distanciamento social – os coletivos podem operar com, no máximo, 50% da sua capacidade. Por descumprir essas determinações em alguns momentos, a empresa recebeu as multas.

O secretário municipal de Transportes, Francisco Nunes, lembra que a situação no transporte é reavaliada diariamente, com vistas a um transporte de qualidade em Canoas, sem transtornos, longas filas e tempo de espera.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo