Pelotas

Guarda Municipal de Pelotas recebe tablets para utilizar em operações

Nesta quarta-feira (7), a Prefeitura de Pelotas entregou dez tablets para uso exclusivo dos agentes da Guarda Municipal em ações desenvolvidas na cidade. A aquisição e doação dos equipamentos, realizadas pela Companhia de Informática de Pelotas (Coinpel), vão auxiliar os efetivos no atendimento às ocorrências e proporcionar mais agilidade, por meio do sistema Guamu 2.0 desenvolvido pela Coinpel.

A prefeita Paula Mascarenhas acompanhou a entrega e destacou a importância do material para reforçar a atuação das forças de segurança pública.

Publicidade

Paula agradeceu o trabalho desenvolvido pela Guarda Municipal e pela Coinpel, além de citar a política transversal que rege o Pacto Pelotas Pela Paz. “Este é um ato simbólico. Somos muito gratos pelo trabalho desenvolvido de maneira coletiva e que chega até a população, que merece receber um serviço de qualidade e possibilita, com os seus tributos, que continuemos trabalhando pela cidade”.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Samuel Ongaratto, a doação dos aparatos e o sistema desenvolvido pela Companhia auxiliarão nas ações de combate à pandemia e, também, a qualificar o efetivo da Guarda Municipal para atender melhor a população. “Isso vai nos levar a um salto em tecnologia e em informação. A partir deste momento, teremos muitos dados em mãos e poderemos atuar de forma mais ágil e certeira na resolução de ocorrências”, frisou.

A entrega dos equipamentos foi acompanhada pelo vice-prefeito Idemar Barz, pelo diretor-presidente da Coinpel, Leandro Félix, pelo secretário de Governo e Ações Estratégicas, Fábio Machado e, também, pelo comandante da Guarda Municipal, Igor Bretanha.

Publicidade

Guamu 2.0

O Guamu 2.0 é um sistema criado pela Coinpel para facilitar o trabalho dos efetivos da Guarda Municipal. Seu uso estava passando por testes, desde o final do ano passado, e foi adotado na prática, de fato, no início de 2021. “Esta é uma oportunidade para dar retorno à comunidade, através dos serviços prestados pela Prefeitura”, destacou o diretor-presidente da Companhia, Leandro Félix.

O acesso ao Guamu é com login e senha. O funcionamento é simples: o cidadão entra em contato com a guarnição, pelo telefone 153, e apresenta a reivindicação aos atendentes do Centro de Operações, que localizam a viatura mais próxima do local chamado e repassam todas as informações para o sistema, que funcionará 24 horas por dia nos tablets que ficarão instalados nas viaturas.

Todo o processo é georreferenciado, indica a posição da viatura em tempo real, e é iniciado e finalizado através do programa. Também é possível anexar imagens aos relatórios que ficam armazenados em um banco de dados e podem ser acessados a qualquer momento.

Todas as informações coletadas são encaminhadas ao Centro Integrado de Operações Municipais (CIOM), que faz o levantamento de chamadas recebidas, horários de mais movimento, zonas com maior incidência de ligações, entre outras ações, e possibilita uma melhor análise da cidade, do trabalho desenvolvido e as melhorias que podem ser postas em prática.

Segundo a coordenação do CIOM, a Guarda Municipal recebeu 3.502 ligações em março. Desses contatos, 672 foram referentes a aglomerações e descumprimentos de outras medidas preventivas ao coronavírus. No final, 608 foram finalizadas nos 31 dias do mês de março. Os 2.830 chamados restantes são relacionados, na maioria, a informações sobre os decretos municipais.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo