Pelotas

Prefeitura de Pelotas divulga entidades selecionadas para a segunda edição do PAA

A Secretaria de Assistência Social (SAS) divulgou o resultado preliminar da seleção de entidades que atendem pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade. Elas receberão os alimentos da agricultura familiar adquiridos na segunda edição do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Pelotas. Os recursos podem ser feitos até as 23h59 da próxima quarta-feira (28). Confira aqui.

Publicidade

O PAA beneficia os dois lados participantes – pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade, e os agricultores que produzem alimentos com a garantia da venda e pagamento, sabendo com antecedência quais produtos, quantidades e prazos. A nova edição do PAA teve R$ 400 mil liberados para Pelotas, para ser executado em 12 meses. Na primeira edição o mesmo valor foi usado em dois anos, 2019 e 2020, envolveu 48 agricultores e distribuiu mais de 90 toneladas de alimentos.

As inscrições para os agricultores interessados em fornecer os alimentos serão recebidas entre os dias 3 e 7 de maio. O edital pode ser conferido na página da Prefeitura. Os fornecedores da primeira edição também precisam participar da seleção para integrar a segunda.

Em caso de dificuldade, as inscrições e pedidos de informações para agricultores e representantes de entidades podem ser feitas feitos pelo e-mail paa.sas.pelotas@gmail.com. Qualquer dúvida pode ser esclarecida pelos telefones 53.3309-3640 ou 3309-3600, de segunda a sexta-feira das 11h30 às 14h.
O Programa

O PAA foi instituído em 2003, como parte do Programa Fome Zero, com o objetivo de garantir a segurança alimentar de quem consome e renda a quem produz. A principal inovação do PAA está nos fornecedores dos alimentos. Todas as frutas, verduras, hortaliças e grãos saem diretamente das propriedades rurais da região, vendidas pelos próprios agricultores, sem a participação de intermediários.

Assim, além de reduzir o êxodo rural, pois garante renda aos produtores; os recursos ficam na região e não é necessário o uso de aditivos químicos que mantém os hortifrutis com boa aparência mesmo depois de passar dias na estrada, vindas de longe, o que evita vários problemas de saúde de quem os consome.

Em Pelotas o Programa é executado pela SAS com a parceria da Emater, que assessora a toda a execução, da seleção dos agricultores à entrega dos alimentos.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo