Canoas

Canoas compra 135 mil passagens de ônibus para os beneficiários do Auxílio Emergencial Canoense

População aguarda melhorias no transporte público da cidade. Prefeitura está empenhada na resolução dos problemas.

Em audiência virtual com a juíza do Tribunal Regional do Trabalho, Ana Luiza Heineck Kruse, a Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade, e o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Canoas, nesta quinta-feira (6), foram acordadas diversas medidas para solucionar os problemas envolvendo as linhas de ônibus da Sogal, em Canoas. O destaque é para os R$600 mil investidos na compra de passagens para os beneficiários do Auxílio Emergencial Canoense. No total, foram compradas 135 mil passagens.

Conforme o prefeito Jairo Jorge, o repasse dos valores tem como condição a garantia de não interromper os serviços por parte do Sindicato. “Não podemos permitir que os canoenses, usuários do transporte coletivo, sofram com os problemas de gestão da Sogal. Esse é mais um movimento da prefeitura para garantir a normalidade do transporte em nossa cidade”, declarou o prefeito. A compra de passagens está condicionada também ao não repasse de recursos à Vicasa. As ações do Município irão garantir que os funcionários recebam seus salários em dia.

Para evitar novas greves de trabalhadores, o município apresentou proposta à Justiça a fim de manter o transporte em funcionamento na cidade. Ficou acordado entre as partes a retomada dos seletivos, linhas rápidas e regularização dos pagamentos. Também foi apresentado um relatório completo para a magistrada, com questionamentos em relação ao cálculo tarifário apresentado pela Sogal e um levantamento da gratuidade no transporte coletivo.

O secretário Francisco Nunes explica que espera resultados positivos após a reunião virtual. “Na audiência de hoje, fizemos apontamentos de problemas que não podem acontecer, como o compartilhamento de peças e diesel e insumos entre Sogal e Vicasa”, detalhou. Ainda conforme Nunes, a Junta de Governança será mantida para acompanhar de perto que o acordo seja cumprido. A SMTM está trabalhando forte na recuperação do transporte público de Canoas. “Não tem solução simplória. Estamos fazendo o que precisa ser feito para manter o transporte público funcionando neste momento de grave crise econômica”, reforçou.

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo