Publicidade
Porto AlegreVariedades

OSPA traz Schumann e Gabrieli no concerto deste sábado – 22/05

No próximo sábado (22), a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) apresenta o terceiro concerto da Série Música de Câmara, dentro da temporada 2021.

O programa tem como destaque duas grandes obras da música universal: “Amor de Poeta”, de Robert Schumann, e as “canzone per sonare”, de Giovanni Gabrieli. Sem público presencial, a atração terá transmissão gratuita e ao vivo no próximo sábado, às 17h, pelo canal da orquestra no YouTube e pela plataforma #CulturaEmCasa.

O concerto será dividido em duas partes. Na primeira, sobem ao palco o pianista da OSPA André Carrara e o tenor convidado Flávio Leite. O duo executa uma das obras mais importantes do repertório para piano e voz: “Dichterliebe” (“Amor de Poeta”, em português), de Robert Schumann (1810-1856). Trata-se de um ciclo de 16 canções criadas pelo compositor alemão em 1840, com textos do poeta Heinrich Heine.

A segunda parte do concerto conta com cinco peças apresentadas por um quarteto de metais formado por Tiago Linck (trompete), Elieser Ribeiro (trompete), José Milton Vieira (trombone tenor) e Rodrigo da Rocha (trombone baixo).

Em parceria com o trompetista Tiago Linck, Vieira escolheu um repertório bastante eclético, que começa na Europa do século XVI e termina no Brasil contemporâneo. Primeiro, o grupo executa três canções do italiano Giovanni Gabrieli (c.1554/57-1612), um dos principais compositores da Renascença. Em seguida, toca “Três Danças”, de Tielman Susato (c. 1510/15 -1570) e a célebre peça “Ária da Quarta Corda”, de J. S. Bach (1685-1750) – os arranjos para metais foram feitos por Udo Wessiepe. Saltando para os séculos XX e XXI, o quarteto mostra “Toccata”, do norte-americano Edmund Haines (1914-1974) e em seguida “Pé de Moleque”, do brasileiro Gilson Santos (1977-).

Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo